Olhar Conceito

Domingo, 24 de outubro de 2021

Colunas

O paciente diabético e a conduta clínica no consultório odontológico

Autor: Sandra Botti Lotufo

05 Jun 2015 - 16:56

Arquivo Pessoal

A identificacao ou suspeita da Diabetes em pacientes no consultório odontológico obriga o encaminhamento ao atendimento médico antes do início do tratamento.

Na avaliação inicial deve-se determinar o tipo de diabetes e classificar o paciente de acordo com o grau de risco para conduta odontológica . Pois, pacientes que são tratados com insulina, apresentam riscos de hipoglicemia durante o procedimento odontológico.

Os pacientes diabéticos bem controlados podem ser tratados de maneira similar ao paciente nao diabético na maioria dos procedimentos dentários de rotina.

O exame clínico deve ser rígido e minucioso.

Para evitar o aparecimento de desequilíbrios metabólicos indesejáveis durante o procedimento é importante tomar algumas medidas como: certificação do uso correto de medicamentos, priorização de consultas curtas, no meio da manhã, orientação de higiene oral e dieta adequada, aferição da pressão arterial antes e depois da consulta, e pulsação após a anestesia.

A doença periodontal é a sexta complicação da diabetes, e este com a candidíase bucal e xerostomia é o achado mais comum em pacientes que apresentam à diabetes descompensada.

Deve-se solicitar exames laboratoriais como, o hemograma completo, o nível de glicemia em jejum e coagulograma logo no início do tratamento odontológico. Pois apesar do paciente estar tomando a medicação corretamente, e realizando dieta adequada, eles podem apresentar focos de infecção oral por estarem descompensados. O exame radiográficas panorâmico é muito importante para a detecção desses focos infecciosos, bem como radiografias periódicas quando suspeitar de lesões peripécias.

Devido à alta incidência relativa da doença e suas complicações para o paciente, verifica-se a importância do conhecimento do cirurgião dentista a respeito dos aspectos etimológicos, patológicos, epidemiológicos e clínicos da doença, a fim de adotar uma conduta clínica adequada às condições peculiares do diabético durante a consulta odontológica, promovendo bem estar e melhores condições de saúde ao mesmo.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet