Olhar Conceito

Domingo, 24 de outubro de 2021

Colunas

Corruptos somos todos!

Autor: Isolda Risso

06 Ago 2015 - 13:39

Arquivo Pessoal

Motivos para tanta falação é que não faltam... Interessante observar é que falamos sobre a corrupção como algo absolutamente distante de nós, da nossa realidade comportamental.

Bradamos : corruptos são os políticos!

Corruptos são os empreiteiros!

Corrupto é o policial, o sistema carcerário!

Corrupto é o sistema de saúde, são os agentes públicos!

Corrupto é João, Pedro, Maria e até José... As formas de corrupção são tantas e elas se espalharam pela sociedade de tal forma, que para muitas pessoas ela é uma moeda de troca e não me espantaria se daqui a pouco algum maluco lançar um projeto que a transforme em uma moeda legalizada.

Asseguro que gente interessada em votar a favor não haveria de faltar. A corrupção além de não ter naturalidade, é uma velha conhecida da humanidade.

Não precisamos voltar muito na história para encontrá-la desfilando e praticando todo tipo de prejuízo e maldade, sempre lesando a maioria e beneficiando um grupo pequeno de salafrários.

Desde que o homem existe a corrupção caminha ao seu lado, seja ela passiva ou ativa.

O que ocorre hoje é que com o advento da tecnologia descortinar sua atuação ficou mais fácil e mais rápido.
Então... A corrupção está no meio de nós, e há quem diga que totalmente fora de nós. Será?

Vejamos...

Quando nos propomos acordar de segunda à sexta às 5h30 para fazer caminhada e não tiramos o pé do lugar

Quando nos propomos a seguir uma dieta equilibrada e enfiamos o pé na jaca

Quando nos propomos a estudar mais, a ler mais, a sermos mais tolerantes, desenvolver a paciência, controlar a cólera

Quando entrarmos em acordo com nosso travesseiro que economizaremos 30% do nosso salário e gastamos 50% a mais do holerite

Quando nos comprometemos em parar de fumar, de beber, de maldizer.

Quando nos comprometemos a ser fiéis com nosso companheiro(a) e tantas outras coisas mais e não as cumprimos, estamos fazendo o que?

Estamos sendo corruptos com nós mesmos, estamos corrompendo a nossa vontade, mergulhamos nessa energia e nem nos damos conta.

A corrupção é um mal que começa na nossa intimidade, a praticamos no dia a dia.

É fato que há níveis diferentes de corrupção, com maior ou menor de grau de prejuízo a nós e aos outros, isso deve ser levado em conta, mas bater no peito e gritar que somos incorruptíveis... Bem ai vai da consciência de cada um, e do que cada um deseja para si!

Vale lembrar de que todo o mal deve ser combatido a partir de nós, caso contrário, seremos túmulos caiados por fora e bolorentos por dentro.

--

*Isolda Risso é pedagoga por formação, coach, cronista, retratista do cotidiano, empresária, mãe, aprendiz da vida, viajante no tempo, um Ser em permanente evolução. Uma de suas fontes prediletas é a Arte. Desde muito cedo Isolda busca nos livros e na Filosofia um meio de entender a si, como forma de poder sentir-se mais à vontade na própria pele. Ela acredita que o Ser humano traz amarras milenares nas células e só por meio do conhecimento, iniciando pelo autoconhecimento, é possível transformar as amarras em andorinhas libertadoras.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet