Olhar Conceito

Sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Notícias / Carreira

Serviço de 'Coaching de vida' ajuda pessoas a traçar metas e atingir objetivos com a organização da mente

Da Redação - Isabela Mercuri

27 Jan 2016 - 10:30

Foto: Arquivo Pessoal

Serviço de 'Coaching de vida' ajuda pessoas a traçar metas e atingir objetivos com a organização da mente
A habilidade com administração fez com que Isolda Risso pendesse seus conhecimentos adquiridos na faculdade de pedagogia para a criação de uma empresa de agronegócio. E pensando em melhorar a gerência da empresa, ela decidiu fazer um curso no Instituto Brasileiro de Coaching, em São Paulo. A identificação foi tanta que ela fez outro curso na Iluminata, também em São Paulo, e passou a ter o coaching como profissão.

Leia mais:
Curso de nova abordagem no ensino de música para crianças mostra aprendizado interdisciplinar pelo som e movimento
Estudante de Lucas do Rio Verde embarca para os EUA como Jovem Embaixador

Tudo isso aconteceu em 2007, e durante cinco anos Isolda atendeu diversas pessoas em Cuiabá. Após um intervalo que deu – por problemas familiares – ela voltou à ativa no final de 2015, e agora foca sua atenção para o ‘Coaching de Vida’.

Coaching de vida

Quando se fala em ‘coaching’, muitas pessoas pensam em administração de empresas, em atingir metas de lucro, organizar funcionários. Mas as mesmas técnicas podem ser utilizadas para administrar a vida de qualquer pessoa. “O Coaching de vida aborda a questão individual. Quais são as dificuldades, como atingir suas metas... ele une psicologia transpessoal e a programação neurolinguística (PNL)”, explica a Coach Isolda.

Mas ela faz questão, também, de dizer que o coaching é diferente de uma terapia: “Não se trata do lado emocional, nem de problemas que vem do passado. Um profissional honesto, se identifica estes problemas, encaminha seu coachee para um profissional responsável, que é o psicólogo”, afirma.

A diferença, também, está no tempo de atendimento. Um acompanhamento de coaching não deve ultrapassar os três meses: “É um trabalho prático. Identificamos uma dificuldade, traçamos metas, e buscamos objetivos”, explica Isolda. Para isso, também, o mínimi são dez sessões de cerca de uma hora cada: “Inicialmente os encontros são semanais, mas conforme as metas vão ficando mais difíceis de serem alcançadas, eles passam a ser quinzenais”.

Para identificar as dificuldades, na primeira sessão a coach já faz uma análise das áreas da vida, que segundo Isolda são o profissional, o social, o espiritual, o familiar, a saúde, o desenvolvimento pessoal, o desenvolvimento interpessoal e o relacionamento afetivo. “Depois da análise, a pessoa escolhe em qual área ela quer focar, para que isso ecoe nas outras. É como um lago, se você jogar uma pedra em uma borda, as ondas vão se espalhar para toda a água”.

Atualmente, Isolda já atendeu casos de pessoas que tentam emagrecer, jovens que querem passar no vestibular ou no exame da OAB, e até mesmo mulheres que, depois que os filhos ficaram adultos, perderam um pouco o ‘sentido’ da vida. “É importante lembrar que antes de ser mãe, filha, namorada, estudante, ou qualquer outra coisa, a pessoa é um indivíduo completo. Elas se esquecem de ser elas mesmas para se dedicar apenas a uma ‘função’”.

Ela também explica a diferença entre a ‘qualidade de vida’, e a ‘vida de qualidade’, que é o que o coaching de vida quer que o cliente tenha: “Na qualidade de vida, colocam tudo num saco só... ter um carro, uma casa, uma mulher, uma família. Mas a vida de qualidade é diferente para cada um, cada pessoa é diferente e tem seus próprios objetivos”, finaliza.

Serviço

Mais informações ou agendamentos pelo telefone (65) 8117-8299 ou pelo email isoldarisso@terra.com.br.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ana maria
    28 Jan 2016 às 18:19

    Acho interessante a questao da Inteligencia Emocional - Veja isso, acho incrivel http://cursos.somelhores.com.br/if/o_poder_do_foco_if_01.htm?comnt

  • Angelo
    27 Jan 2016 às 17:32

    Com todo o respeito à profissional, mas se utilizar de uma prestação deste tipo de "serviço" é o equivalente a "terceirizar" sua própria vida ... quem tem um mínimo de cultura e auto-conhecimento não precisa disso ... só o capitalismo proporciona anomalias deste tipo onde não há a produção de nenhum bem tangível ... é o que eu penso ...

  • João Paulo
    27 Jan 2016 às 16:08

    Tive o privilégio de ser Coachee de Isolda. Uma profissional maravilhosa, ética e dedicada. Parabéns pelo retorno.

  • Thaissa
    27 Jan 2016 às 12:53

    Ótima profissional. Parabéns pelo trabalho!

  • leila
    27 Jan 2016 às 11:43

    não vejo nada de interessante esse tal bla bla de coaching, perca de tempo, a ajuda vem de Deus E DA FORÇA DE VONTADE de trabalhar

  • marcelo pina
    27 Jan 2016 às 11:05

    ótima matéria

Redes Sociais

Sitevip Internet