Olhar Conceito

Terça-feira, 18 de maio de 2021

Notícias / Música

Coluna

Cachorro Grande em MT, protesto e muito groove na Mé Coado desta semana!

Dewis Caldas - Especial para o Olhar Conceito

27 Jun 2013 - 15:17

Foto: Divulgação

A banda Cachorro Grande

A banda Cachorro Grande

Aeee companheiros do Mé Coado, estamos de volta. Vários grupos musicais da cena independente e autoral estão surgindo em Cuiabá, projetos diferentes e outros nem tanto, mas o importante é quanto mais gêneros e vertentes surgirem, melhor. E também, os clipes estão bombando, e se tornando um grande mecanismo entre os artistas locais e u público, que está se acostumando com produções bacanas e bem feitas. Hoje vamos falar de mais um clipe aqui e também, o Mato Music em Sinop e uma super entrevista com um dos músicos mais emblemáticos da cena rock na roll da cidade, o baterista Rubão Lisboa. Yeah. Continue mandando pautas para dewiscaldas@gmail.com.

Festival MatoMusic em Sinop



A casa de shows Xingú, de Sinop, que está revolucionando a cena de lá, levando bandas autorais e colocando as locais pra tocar, chega ao seu primeiro ano de vida. E para comemorar no melhor estilo lançaram a primeira edição do Festival MatoMusic Sinop, que além de levar o Cachorro Grande, também escalou bandas como Billy Brown e o Incrível Magro de Bigodes (Cbá, MT), Biscoito Fino, BR163 (Snp), Coverdrive (Snp), Novos Xavantes (Pva do Leste), Rhox (Cbá, MT) e a Winchester (Snp). O evento será já Acrinorte. E ontem eles lançaram o cartaz do evento, feito em parceria com o super Studio Cabron, dos ilustradores Jhon Douglas e Julio Diniz. Dá uma sacada. Vale a pena subir pro norte e participar da comemoração.

Bandas autorais no Clube de Esquina

O Clube de Esquina, com oito anos de atividade na cidade e conhecido por abrigar projetos semanais covers, está com uma novidade: quer abrir espaço para bandas autorais cuiabanas. Não que seja a primeira vez que uma banda 100% autoral tenha tocado lá, mas a relação do bar com os grupos que tocam suas próprias musicas nunca foi lá essas coisas, e sempre ficaram em lados opostos nesta discussão histórica. Mas que agora um espaço foi aberto, e a primeira banda a tocar hoje lá, com um repertório super autoral, é o Lord Crossroad. Nós, que torcemos para o fortalecimento da cena autoral temos que comemorar a novidade, que pode render muitos frutos para as bandas e para o público, que vai ter mais acesso a coisas criadas por aqui. E é só o começo. O Mé Coado aprova a ideia!

Clique aqui e confira a coluna na íntegra.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet