Olhar Conceito

Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias / Artes visuais

cinco elementos do cerrado

Depois de ser retirada de Shopping, exposição de nu artístico é aberta na OAB nesta quinta-feira

Da Redação - Isabela Mercuri

23 Jun 2016 - 09:59

Exposição ficará em cartaz por pelo menos um mês

Exposição ficará em cartaz por pelo menos um mês

Começa nesta quinta (23), às 17h, a exposição “Cinco Elementos do Cerrado”, do fotógrafo Tchélo Figueiredo, na galeria Silva Freire, dentro da sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT). Na cerimônia de lançamento, haverá também apresentação do grupo de teatro Cena Onze e intervenção da imortal Luciene Carvalho.

Leia mais:
Exposição fotográfica que une o nu feminino com elementos do cerrado é censurada e retirada do Goiabeiras Shopping

A exposição fotográfica tem como essência o contraste (e também a união) entre o corpo nu feminino e o cerrado mato-grossense. Assim, vê-se nas imagens uma mulher deitada em cajus, outra no centro de Cuiabá, com pinturas de Adir Sodré sobre o corpo, outra em uma plantação.

As fotos já foram expostas no Goiabeiras Shopping, mas foram censuradas e retiradas antes do tempo previsto após diversas denúncias de lojistas e clientes. No último dia 12 de junho, domingo, a Polícia Militar foi até o local e informou sobre as denúncias à gerência do shopping, que optou por retirar as fotos para evitar problemas.

Depois disso, uma extensa discussão foi travada nas redes sociais e na imprensa, entre os que defendiam a retirada e os que criticavam a censura. Dentre os críticos estava o Bispo Aroldo Telles, que chegou a publicar um artigo afirmando que a exposição remetia à “prostituição, à libertinagem sexual e até mesmo ao ocultismo”.

Na noite da segunda-feira (13), a OAB se solidarizou com o fotógrafo e afirmou que abrigaria a exposição. No mesmo dia, sua página no Facebook foi denunciada e ficou fora do ar. Quando conseguiram acessá-la novamente, a Ordem manteve a decisão de abrigar as fotos, e o presidente Leonardo Campos chegou a enviar uma nota de esclarecimento, afirmando que a OAB defendia a Constituição, a defesa dos direitos da sociedade e da liberdade de expressão.

A exposição começa às 17h desta quinta-feira (23), e fica pelo menos um mês na galeria. O horário de funcionamento é das 9h às 17h45, de segunda a sexta-feira, com entrada gratuita.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet