Olhar Conceito

Domingo, 25 de outubro de 2020

Notícias / Tecnologia

Cuiabanos criam Fanpage para organizar eventos de captura de pokemóns; jogo ainda não chegou ao Brasil

Da Redação - Isabela Mercuri

19 Jul 2016 - 10:41

Foto: Reprodução / Facebook

Cuiabanos criam Fanpage para organizar eventos de captura de pokemóns; jogo ainda não chegou ao Brasil
O “Pokémon GO”, jogo de realidade aumentada da Nintendo, foi lançado no início de julho em diversos países do mundo, e causou furor entre os fãs do desenho, criado no Japão em 1995. No Brasil, o aplicativo ainda não está disponível, mas a expectativa é grande, tanto que em Cuiabá já havia sido criada uma página dedicada a ele em setembro de 2015, quando foi anunciado.

Leia mais:
Com impressora 3D, Fab Lab Cuiabá auxilia comunidade a imprimir ideias

As ‘curtidas’ ainda são discretas , cerca de 300, e a discrição da página explica que ela é dedicada “ aos usuarios de pokemon GO na cidade de Cuiabá, visando informações a criação de eventos e o debate sobre as atualizações”. A ideia é que os jogadores se unam, como acontece em outras cidades do mundo. A página ‘Pokémon GO New York’, por exemplo, tem mais de duas mil curtidas e postagens sobre encontros feitos unicamente para capturar os bichinhos. Veja vídeo de um encontro no Central Park no último sábado:



O jogo ainda não tem data para chegar ao Brasil. De acordo com o site MMO Server Status, no entanto, os servidores do “Pokémon GO” já estão sendo testados no país. Isso porque, assim como os servidores da Argentina e Chile, os do Brasil aparecem no site, mas ainda inativos. 



O jogo

Lançado para celulares Android e IOS, o Pokémon GO é um jogo de realidade aumentada, em que os pokémons ficam espalhados pela cidade para serem capturados. A câmera do celular mostra onde eles estão, e o GPS vai mandar notificações ao usuário, alertando sobre a presença de um deles por perto.

Em menos de um mês de seu lançamento, o jogo já causou situações inusitadas, como a do pai que capturou um Pokémon enquanto sua esposa dava a luz, um dono de restaurante que aumentou em 75% as vendas por ter pokémons dentro do seu estabelecimento e até mesmo um rapaz que deixou seu emprego para viajar pela Nova Zelândia à caça de novas capturas.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet