Olhar Conceito

Notícias / Música

ESTADO GRAVE

Artistas se articulam para ajudar músico Karuro Raes que corre risco de vida na UTI

Da Redação - Lidiane Barros

02 Jul 2013 - 12:00

Foto: Acervo Facebook

Até agora, duas iniciativas foram lançadas para obter recursos para ajudar nas despesas com hospital

Até agora, duas iniciativas foram lançadas para obter recursos para ajudar nas despesas com hospital

Há doze dias o conhecido músico Karuro Raes tem travado uma batalha pela vida. No dia 21 de junho ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), passou por drenagem, cirurgia e permanece em estado grave na UTI. Karuro é verdadeiro patrimônio da noite cuiabana. Acompanhado por seu violão já passou por quase todos os bares e restaurantes da Capital onde há espaço para música ao vivo.

Tribunal determina que Matogrosso & Mathias reconheça vínculo empregatício de guitarrista

O fato inesperado que o mantém internado em hospital particular reacende a discussão entre os artistas, pois as leis trabalhistas não os alcançam. Poucos músicos conseguem a proeza de conseguir trabalhar com carteira assinada, mas a maioria tem que se virar como pode, não tem recolhimento de FGTS e consequentemente, não possuem perspectivas no futuro por não contar com aposentadoria.

Foi por isso que a organização do Sarau das Artes Free que ocorre nesta terça-feira (2),  na Praça da Mandioca optou por homenagear a trajetória do músico, reverter parte da renda para os custos com o tratamento dele e de quebra discutir um problema que é muito comum entre os artistas.

“Ficamos comovidos, mas como o sarau é palco de debates, optamos por politizar o assunto. Artistas não tem previdência específica para a Cultura. Muitas propostas já surgiram, mas nada evoluiu. É preciso reacender o debate”.
Toda iniciativa é bem-vinda, como garante a esposa de Karuro, Nara Raes.

Ela narra que os dois estavam juntos no dia 21, uma sexta-feira, quando então, ele partiu para montar o som em uma casa que ia se apresentar, mas lá, passou mal e logo voltou para casa. “De frente ao portão chamou a mãe e por lá já caiu. Foi para a UTI em estado gravíssimo, fez uma drenagem porque já estava com hidroencefalia e uma cirurgia para retirar o hematoma”.

Segundo os médicos, o derrame atingiu três partes do cérebro e ocorreu devido a uma má formação da veia que estourou. “Depois da cirurgia a pressão craniana aumentou e o estado piorou, porém, ontem (1.07) recebemos a notícia de que a pressão vem diminuindo e as chances dele aumentam”. Se continuar assim, em três dias os médicos devem começar a retirar a sedação.

Os amigos têm se organizado desde então para auxiliar a família com as despesas do hospital. Além do sarau, onde vão ser leiloadas peças e o “chapéu” vai correr, o Spa Flor D´Água também aderiu a causa e está rifando sete diárias. Mais informações pelo telefone 9973-4666.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet