Olhar Conceito

Segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Segunda edição do Circuito de Festivais de Teatro de Mato Grosso será lançada na terça-feira

Da Redação - Isabela Mercuri

08 Ago 2016 - 10:11

Foto: Protásio de Morais

Segunda edição do Circuito de Festivais de Teatro de Mato Grosso será lançada na terça-feira
A segunda edição do Circuito de Festivais de Teatro de Mato Grosso será lançada na próxima terça-feira (9), no Cine Teatro de Cuiabá, a partir das 20h. Com a presença do governador do estado, Pedro Taques, e do Secretario de Estado de Cultura, Leandro Carvalho, o evento terá também a apresentação da peça ‘Cidade dos Outros’, da Cia Pessoal de Teatro.

Leia mais:
Festival de teatro acontece esta semana no Zulmira Canavarros e tem entrada grauita nas sessões

O Circuito é uma iniciativa da SEC que reúne sete festivais tanto em Cuiabá quanto em cidades do interior, como Primavera do Leste, Alta Floresta e outros. “O Circuito de Festivais de Teatro está em consonância com o Plano Estadual de Cultura, que visa fortalecer e descentralizar as políticas públicas de cultura, atingindo diversas regiões do estado. Além disso, ele propicia um intercâmbio entre a arte e a cultura em todo o território regional, bem como com outros estados brasileiros e até mesmo com outros países”, explica Leandro Carvalho.

Na primeira edição foram quatro festivais: Festival de Teatro Velha Joana, em Primavera do Leste; Festival de Teatro de Campo Novo do Parecis (Femute); Festival Zé Bolo Flô de Teatro de Rua, em Cuiabá, e o Festival de Teatro da Amazônia Mato-grossense, em Alta Floresta, onde foi realizado também o Seminário Internacional de Teatro Contemporâneo – Núcleo de Pesquisas Teatrais Encontros Possíveis, pela Cia Pessoal de Teatro.

Desta vez, acontecerá também a Mostra Internacional de Teatro Infantil (Miti) e o Humor do Mato. Além disso, o Circuito contará ainda com ações de formação, debates, workshops, palestras e rodas de conversa.

De acordo com a assessoria da SEC, os festivais envolvidos no circuito já estão consolidados no calendário do estado, e muitos deles já aconteceram mais de dez vezes nos últimos anos. Em 2015, no primeiro Circuito, foram 82 apresentações, sete palestras e rodas de conversa, um workshop, uma oficina, um cortejo cênico e duas demonstrações de trabalhos.

“A participação do Encontros Possíveis no Circuito é fundamental. É a porção capacitação, é parar e pensar sobre teatro. Ele promove o encontro não só de quem faz teatro em Mato Grosso com referências internacionais, mas de grupos que se encontram e podem debater o que a gente faz. O Circuito transforma tudo isso em uma única rede”, observa a atriz Juliana Capilé, da Cia Pessoal de Teatro.

Jefferson Jarcem, ator e diretor do grupo Tibanaré, e coordenador do Festival Zé Bolo Flô de Teatro de Rua, afirma que o Circuito dá oportunidade e valoriza cada grupo: “O Tibanaré tem uma relação significativa com a arte de rua e, como objetivo, proporcionar um evento que provoque encontros, experiências, celebrações e que os artistas toquem as mãos do público de forma a interagir, integrar e se aproximar do espectador, diminuindo a distância entre ambos e democratizando o acesso ao teatro”, afirma.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet