Olhar Conceito

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Artes visuais

Secretaria de Cultura anuncia abertura de Museu de História Natural de Mato Grosso em 2017

Da Redação - Isabela Mercuri

02 Set 2016 - 15:03

Foto: Junior Silgueiro / GCom

Secretaria de Cultura anuncia abertura de Museu de História Natural de Mato Grosso em 2017
Cuiabá ganha um Museu de História Natural já no início do próximo ano, 2017. O local, que será formado a partir da reforma e ampliação do Museu de Pré-História, visa se tornar um centro de referência de arqueologia e paleontologia, com exposições, oficinas, palestras, workshops e cursos no geral.

Leia mais:
Exposição "16 Conte Outra Vez", de Capucine Picicaroli, é aprovada pela Lei Rouanet

A iniciativa é da Secretaria de Estado de Cultura (SEC-MT), que administrará o museu por meio de ‘gestão compartilhada’, e o chamamento público será lançado já na próxima semana. Este tipo de gestão é o mesmo feito no Cine Teatro e em outros museus da capital.

“O formato de gestão compartilhada, como se dá atualmente com outras instituições como o Museu de Arte, o Museu de Arte Sacra e o Museu Histórico, busca oferecer à população mato-grossense, de forma gratuita ou a preços acessíveis, atividades culturais e educacionais diversas, bem como uma programação educacional. Caberá à gestão do Museu de História Natural de Mato Grosso propiciar à cultura do Estado um cenário no qual os cidadãos encontrem meios para o desenvolvimento pessoal, cultural, científico e artístico e para a promoção da cidadania”, explica Leandro Carvalho, secretário de cultura.

Atualmente, o Museu da Pré História possui um acervo permanente de paleontologia, com fósseis de animais da região organizados cronologicamente, representando a evolução biológica por meio das eras geológicas, assim como fósseis como o do tatu (Pampatherium Humboldt), a preguiça gigante (Eremotherium Iaurillardi), dinossauros (Saurópoda), e animais marinhos.

Além disso, o Museu também tem uma área dedicada à exposição de arqueologia, que conta a história de Mato Grosso por meio de artefatos produzidos pelo homem, desde a pré-história até os dias atuais. De acordo com a assessoria, encontram-se expostas louças, cerâmicas neo-brasileira, moedas e outros objetos encontrados nos casarões de engenho de Mato Grosso.

Agora, o objetivo é ampliar as ações desse espaço, incluindo atividades de períodos para além da pré-história. “O novo Museu de História Natural será um espaço voltado para a valorização da diversidade étnica e do patrimônio cultural mato-grossense, em especial a preservação da memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, suas formas de expressão, modos de criar, fazer e viver, e os sítios de valor histórico, arqueológico, paleontológico, e científico.

Pretendemos promover um permanente intercâmbio entre profissionais da área, artistas, professores e personalidades de notório saber nestes segmentos, tanto no âmbito local quanto nacional e internacional, por meio da oferta de uma programação cultural e pedagógica acessível, de qualidade, que permita uma maior e melhor oferta cultural ao cidadão”, explica Leandro.

Para a criação do novo Museu de História Natural, o Museu de Pré-História terá o atendimento ao público suspenso e, neste período, serão realizadas atividades internas de manutenção do acervo e inventariado das peças.

Gerência


Depois do chamamento público, a Organização da Sociedade Civil (OSC) selecionada para gerenciar o museu terá a obrigação de colaborar com a gestão de forma administrativa, econômico-financeira e de formação profissional para garantir o funcionamento do espaço.

Assim, a OSC terá que proporcionar cursos, oficinas, workshops, encontros, simpósios e similares, sempre de forma gratuita ou a preços populares. Além disso, deve proporcionar uma programação com curadoria, exposições de curta, média e longa duração, pesquisa, mapeamento, reserva técnica, gerenciamento de programação, e plano de comunicação.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet