Olhar Conceito

Quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Flor Ribeirinha é vice campeão de dança folclórica em festival na Coreia do sul

Da Redação - Naiara Leonor

03 Out 2016 - 17:05

Foto: Da Assessoria

Flor Ribeirinha é vice campeão de dança folclórica em festival na Coreia do sul
A cultura cuiabana com toda a sua cor, alegria e tradição ficou mundialmente conhecida por meio da premiação com o título de vice-campeão do grupo Flor Ribeirinha, no maior festival internacional de dança folclórica de toda a Ásia e um dos maiores do mundo, realizado na Coreia do Sul. A final do festival que aconteceu no último domingo (02) consagrou o grupo de Siriri e Cururu de Cuiabá.

Leia mais: 
Grupo Flor Ribeirinha se apresenta em Festival Internacional de Dança na Coreia do Sul

O festival em questão é o “Cheonon World Dnace Festival”, que reúne em cada edição cerca de 20 grupos internacionais e 200 nacionais em sua programação. Sempre com o tema de representação folclórica. Em 2016, o Brasil foi representado pelo grupo tradicional de Cuiabá, o “Flor Ribeirinha”.

Durante o festival, o Flor Ribeirinha se apresentou para um público aproximado de 40 mil pessoas numa grande estrutura oferecida pelos organizadores. Além do reconhecimento a Associação Cultural Flor Ribeirinha também participou do congresso da Federação Internacional de Folclore (FIDAF), junto com representantes de mais de 70 países membros e teve a oportunidade de debater assuntos que nortearão os próximos passos da entidade.

O congresso reuniu o Ministro da Cultura, Esporte e Turismo da Coréia do Sul, Cho Yoon San e outras autoridades representativas da cultura e da arte no mundo. “Este evento premiou os quatro maiores festivais internacionais de folclore deste ano e aprovou as diretrizes que ampliarão o fortalecimento das manifestações folclóricas em diversos países", observou o diretor Executivo do grupo, Jeferson Guimarães.



Em sua página no facebook, uma foto do momento da premiação revela a felicidade e realização do grupo, que está sempre representando o estado e o país em festivais internacionais e nacionais, com recursos conquistados por meio de doações e ações dos líderes do grupo.



Segundo Domingas Leonor, dirigente do grupo, o espetáculo apresentado no festival tinha como tema as culturas indígena, africana e europeia, além do cururu e siriri. “Destacar a vida ribeirinha e a religiosidade do nosso povo, com o objetivo de preservar as raízes da nossa cultura popular”.

Para esta viagem o grupo contou com o apoio da Secretaria Estadual de Cultura, Universidade Federal de Mato Grosso e da Federação Brasileira de Artes Populares/Febrarp. Recentemente o grupo também se apresentou em Buenos Aires, Argentina, durante a Feira Internacional de Turismo (FIT) da América Latina.

Durante os 23 anos de experiência, o grupo Flor Ribeirinha já participou de todos os festivais de Siriri em Mato Grosso. Foi convidado para se apresentar em eventos nacionais em Santa Catarina; Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. O grupo se apresentou no Goal to Brazil, no Peru e no Paraguay. Reconhecido pela sua autenticidade e importância para o cenário artístico-cultural, se apresentou em festivais na França em 2014 e na Itália em 2015. O grupo marca a sua passagem pela Ásia com grandes espetáculos na Coréia do Sul e garantiu este grande resultado para a nação brasileira.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet