Olhar Conceito

Sábado, 24 de outubro de 2020

Notícias / Artes visuais

Duas semanas de live paint, 111 obras e muitas trocas: artista realiza exposição e transforma arte em figurinhas

Da Redação - Naiara Leonor

27 Out 2016 - 17:12

Foto: Da Assessoria

Duas semanas de live paint, 111 obras e muitas trocas: artista realiza exposição e transforma arte em figurinhas
Por duas semanas os caminhantes do centro de Cuiabá puderam observar e participar da arte ao vivo de Silvio Sartori. Nesse período, o artista plástico produziu 111 pinturas na Praça Alencastro, que irão compor a exposição “Coleção de Figurinhas”, no dia 10 de novembro no Museu de Arte de Mato Grosso (MAMT) com intervenções musicais e entrada gratuita a partir das 19h.

Leia mais:
Banda da Polícia Militar comemora 124 anos com apresentação com Lorena Ly e Raoni Ricci

A live paint foi realizada durante todo o dia em suas duas semanas, um projeto do artista plástico para aproximar o público da criação artística e também dos locais de divulgação de arte na cidade. “A ideia central é aproximar a produção artística do público. Para isso, iniciei esse trabalho de pintura em contato direto com as pessoas, mostrando um pouquinho dos bastidores do processo criativo do artista, interagindo com as pessoas que circulam pela praça, convidando-as para pintar junto”, revela Silvio.

No Museu, a exposição traz, além do resultado do trabalho, projeções de imagens do processo criativo, Jam Session de Conhecimento Rap Freestyle, com a participação do DJ Taba e sorteio de uma das 111 obras produzidas para o público internauta que curtir a página do Museu e confirmar presença no evento.

A diretora do Museu, Viviene Lozi destaca a importância de projetos como esse para aproximar o público dos espaços de divulgação da cultura mato-grossense. “As pessoas podem conhecer mais de perto como se dá o desenvolvimento e a metodologia do fazer na criação artística, sendo convidadas a participar e a conhecer o Museu de Arte de Mato Grosso, localizado na Antiga Residência dos Governadores, que fica a poucos metros da Praça Alencastro” explica Viviene.

Dentre as 111 obras produzidas para a exposição, haverá uma seleção de parte delas para a criação de uma coleção composta por 15 figurinhas autocolantes, como desdobramento do projeto. Os cromos serão lançados no dia da exposição no MAMT.

“Vamos lançar essa série de cromos, enaltecendo a prática do colecionismo. É o tipo de projeto que não para, lançarei outras séries de figurinhas colecionáveis e as pessoas poderão grudá-las na geladeira, televisão, computadores. O céu é o limite!”, brinca Sartori.

Museu de Arte de Mato Grosso é administrado via contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Cultura por meio da Associação Casa de Guimarães. A entrada é franca.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet