Olhar Conceito

Terça-feira, 20 de outubro de 2020

Notícias / Tecnologia

Sócios criam site de busca que mostra empresas e profissionais de Cuiabá aos clientes que os procuram

Da Redação - Isabela Mercuri

19 Dez 2016 - 13:55

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Luciano e Victor, sócios e criadores do site

Luciano e Victor, sócios e criadores do site

Há cerca de um ano, quando precisou de um encanador para resolver um problema em casa e não sabia onde procurar, Luciano Junior, 20, teve uma ideia: precisava criar um mecanismo de buscar para ajudar quem passasse por este problema. Hoje, junto a Victor Nezzi, 19 – que conheceu dando aulas particulares de engenharia – criou o “Procure Você Mesmo”, site que será lançado no próximo dia 2 de janeiro.

Leia mais:

Youtuber dá palestra sobre 'Como o Youtube vai mudar a ciência' em feira de tecnologia da capital

“Quando o Luciano me ligou, eu entendi a ideia na hora. Porque eu tinha feito um trabalho na faculdade parecido, em que oferecíamos projetos de casas para pessoas de baixa renda, em um site. Unimos as duas coisas”, lembra Victor. Assim, há dois meses os colegas trabalham incansavelmente no site.

O ‘Procure Você Mesmo’ é dividido em categorias como Casa, Construção, Padaria, Moda, Pet Shop, Serviços, Restaurantes, Médicos, dentre muitos outros. E cada categoria também é subdividida (por exemplo, dentro de médicos estão cirurgiões plásticos, dentistas, massagistas, etc. Dentro de padaria, confeiteiros e padeiros). Cada cliente que entra no site pode procurar pelo nome da empresa ou por ‘palavras-chave’ para encontrar o que precisa.

“Nossa ideia é facilitar as coisas e trazer benefícios para as pessoas, e quebrar essa ideia de que tudo que é bom é caro. Por isso, a proposta é que tudo seja feito sem burocracia”, explica Luciano. Assim, para as empresas ou profissionais autônomos que queiram anunciar no site o processo também é simples.



“Enquanto o site não foi lançado, estamos recebendo pré-cadastros pelo email, telefones e pelas redes sociais. As pessoas só têm que preencher um cadastro, que aprovamos ou não, e depois pagar uma mensalidade de R$19,90”, explica Victor. Segundo o empresário, a ideia é que o preço não aumente. É possível, também, fazer planos semestrais (por R$100) e anuais (R$200).

“É muito vantajoso porque quem fecha o plano semestral paga por cinco meses, e ainda ganha um de graça. Ou seja, paga cinco e ganha sete. E quem faz o plano anual paga por dez meses e ganha treze”, afirma Luciano.

Vantagens

Para atrair mais cadastros antes do lançamento do site, os empresários criaram uma promoção, e quem entrar em contato antes do dia 2 de janeiro, mesmo se pagar somente um mês de anúncio, ganha mais um gratuitamente. “Eles pagam o mês de janeiro, e o mês de fevereiro fica gratuito”, explica Victor.

Para conseguir mais destaque no site, no entanto, é preciso trabalhar bem. Todas as páginas dos serviços tem nota de avaliação e comentários dos clientes. “Se a empresa ou o profissional se destacou, teve grande número de acessos e boas avaliações, o anúncio vai para a página principal, na parte de ‘destaque’. Quem quiser um espaço fixo na página inicial (e também no Facebook e no Instagram) pode comprar um banner.

“Temos uma perspectiva de 20 a 30 mil acessos só em janeiro, depois que o site for lançado. Até agora, com as redes sociais, conseguimos alcançar 150 mil pessoas, ou seja, 30 mil por semana”, afirma Luciano.

Perfil

Cada perfil de empresa ou profissional autônomo pode ter, além do nome, a logomarca, telefone, descrição do serviço, fotos e também um mapa que, se o acesso for via celular, já pode ir direto para o ‘Google Maps’ e funcionar como GPS.

“Muita gente pergunta por que vamos lançar só em janeiro, e não já agora no final do ano. Mas é porque queremos entregar um site perfeito, sem nenhum problema, então por enquanto estamos testando tudo”, explicam os empresários. Segundo eles, até o momento cerca de 400 empresas e profissionais já estão pré-cadastrados.

Por enquanto, o site vai funcionar apenas com anúncios de Cuiabá, Várzea Grande e baixada. No entanto, segundo os empresários, a ideia é que ele se expanda para todo o estado e, futuramente, todo o país. O próximo passo, também, é criar um aplicativo para celular (atualmente existe somente a versão responsiva).

Para mais informações, acesse a FAN PAGE e o INSTAGRAM. Depois de 2 de janeiro, será possível também acessar o SITE.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet