Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Notícias / TV

Cirurgião de MT expulso do BBB por agredir Emily vai participar da nova ‘Fazenda’

Da Redação - Isabela Mercuri

15 Ago 2017 - 09:43

Foto: Reprodução / Ilustração

Cirurgião de MT expulso do BBB por agredir Emily vai participar da nova ‘Fazenda’
Marcos Härter, o cirugião plástico gaúcho que trabalha na cidade de Sorriso, interior de Mato Grosso, e atende em diversas cidades do ‘Nortão’, será um dos integrantes da nova temporada de ‘A Fazenda’, que vai ao ar na segunda semana de setembro, na Record.

Leia também:
Ex-BBB cobra R$1 mil por consulta em Sorriso e tem lista de espera

A informação foi divulgada pelo R7, portal de notícias da emissora, que explicou que a nova temporada será composta apenas por ex-participantes de reality shows. Além de Marcos, estarão na casa a ex-panicat Nicole Bahls e outras seis pessoas que já participaram de ‘A Fazenda’, cinco ex-Big Brother Brasil, da Globo, dois ex-Power Couple, da Record, um ex-MasterChef, da Band, um ex-A Casa e um ex-O Aprendiz.

Marcos participou do Big Brother Brasil 17 e foi expulso da casa do após agredir fisicamente a sister Emily. Os dois viviam um relacionamento amoroso conturbado, com violência psicológica, e física.

Durante o programa, a diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Rio (Deam), Marcia Noeli Barreto, visitou a casa e determinou o registro de ocorrência após ver as imagens de mais uma briga entre os dois e, principalmente, quando a jovem diz ter sido machucada pelo médico.
 
O apresentador Tiago Leifert chegou a dizer, na abertura de um dos episódios, que além da delegada, visitaram a casa psicólogos e outros profissionais, e Emily foi ouvida diversas vezes.

Natural do Rio Grande do Sul, Marcos escolheu trabalhar em Mato Grosso onde atende não só em Sorriso, mas também no eixo agrícola, entre Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e até mesmo na capital, Cuiabá, onde tem clínicas espalhadas. Na capital, ele já atendeu nos hospitais Santa Rosa, Santa Helena, São Matheus e Jardim Cuiabá. 

Depois de ser expulso, ele continuou com uma legião de fãs, chegou a leiloar um abadá usado em uma festa da casa por R$350 mil. Em julho deste ano, atendeu em Sorriso (399km de Cuiabá) cobrando R$1 mil por consulta, e dois meses antes da data a clínica já contava com lista de espera. O valor poderia ser abatido caso o paciente fizesse uma cirurgia plástica com o médico (já que diversas pessoas marcavam horário apenas para conhecer o ídolo).

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet