Olhar Conceito

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Notícias / Turismo

em extinção

Atração turística, pantaneiro vive há 77 anos em casa de um cômodo e sem eletricidade na beira de rio

Da Redação - Isabela Mercuri

26 Set 2017 - 09:05

Foto: Isabela Mercuri / Olhar Direto

Seu Dito vive sozinho em uma casa de um cômodo:

Seu Dito vive sozinho em uma casa de um cômodo:

No meio do pantanal, em uma casa feita de barro de um só cômodo vive, há 62 anos, seu Dito Verde. Os quinze primeiros de sua vida, morou ao lado, na casa que pertencia a seus pais. Hoje, se tornou uma atração do Hotel Sesc Porto Cercado, e recebe turistas de todo o Brasil, para quem conta sua história e oferece o que tem: as músicas da viola de cocho e o caldo de piranha da panela.

Leia também:
Porto Jofre é local de referência para turismo de observação animal no Brasil

Seu Dito mora sozinho, mas não foi sempre assim. Já teve várias namoradas, duas esposas, e conta doze filhos. Todos foram embora para a cidade, mas ele não abandona a beira do rio. Construiu sua casa aos quinze, quando se apaixonou pela primeira esposa, que tinha vinte. “Meu pai disse que não ia colocar mulher pra dentro de casa”, lembra, com seu sotaque pantaneiro carregado, da mocidade.



A primeira esposa faleceu após um derrame, deixando todos os filhos pequenos. “O maior tinha dez anos. Eu criei tudinho sozinho. Eu e Deus”, conta. A segunda esposa, seu Dito conheceu durante uma festa. “Era pra eu namorar a tia dela, mas a tia não quis, e eu fiquei com a sobrinha”. Foram mais cinco filhos, até que ela foi embora.

Atualmente ele mora sozinho, e tem como vizinho mais próximo o Sesc. Apesar de guardar diversos álbuns de fotos com cartões postais de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e outras cidades, ele nunca saiu de onde vive e, desde sempre, se sustenta com a pesca. “Acordo todos os dias às 5h da manhã e vou pro rio. Sempre vejo o alvorecer. Sete horas volto pra casa”, contou aos turistas que visitaram sua casa na última terça-feira (19).

'Olha como eu sou bonito', diz Dito Verde ao olhar sua foto pescando (Foto: Isabela Mercuri / Olhar Conceito)

As visitas fazem parte do cronograma do Hotel Sesc Porto Cercado no Pantanal, que tem como um de seus objetivos integrar os ribeirinhos e mostrar sua realidade aos visitantes. A visita é paga a parte da reserva, que inclui pensão completa e suco e água nas refeições. Para chegar até lá, o turista faz um passeio de barco pelo rio Cuiabá de cerca de vinte minutos.

Passeio de barco (Foto: Isabela Mercuri / Olhar Conceito)

Uma das visitas que seu Dito relembra com carinho é a da apresentadora de TV Eliana, em 2006. Na época à frente do programa ‘Tudo é possível’, ela realizou uma expedição pelo Pantanal. O programa na casa de seu Dito foi exibido no dia 18 de fevereiro. O pantaneiro chegou a compor uma música para a ‘loirinha’, com os dizeres: “Você diz que vai embora, então me leve, me leve agora se não eu morro de saudade”.



Com setenta e sete anos de idade, acordando diariamente às 5h para pescar no rio e plantando os próprios alimentos, o pantaneiro confidencia o segredo da vitalidade: “Caldo de piranha e pó de guaraná”, garante.

Caldo de piranha preparado por Seu Dito (Foto: Isabela Mercuri / Olhar Direto)

Serviço

O Olhar Conceito viajou para o Pantanal a convite do Sesc, do Sebrae e dos outros parceiros que realizam, em outubro, o congresso Pantanal Cozinha Brasil. Para saber mais sobre o evento, acesse o SITE ou a NOTÍCIA.  
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet