Olhar Conceito

Quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Notícias / Artes visuais

Valques Rodrigues passa a assinar com nome artístico do pai em homenagem após falecimento

Da Redação - Isabela Mercuri

17 Jan 2018 - 08:24

Foto: Olhar Direto

Valques Rodrigues passa a assinar com nome artístico do pai em homenagem após falecimento
O artista plástico cuiabano Valques Rodrigues passou a assinar com o sobrenome do pai, Nilson Pimenta, após o falecimento dele no último dia 23 de dezembro. Como ‘Valques Pimenta’, sua primeira obra foi a lateral da pousada Chateau Camalote, em Chapada dos Guimarães.

Leia também:
​Filho de Nilson Pimenta se manifesta e relembra história do pai artista

Valques é artista desde os 6 anos de idade. Ainda criança, ele já expôs no Centro de Arte Primitiva de Brasília, em 1991. Depois, quando cresceu, Valques foi trabalhar em outras áreas, mas sempre continuou pintando.

No ano 2000, uma de suas obras foi exposta na Bienal de São Paulo, e em 2001 ele foi chamado para servir ao exército. Quando saiu, um ano depois, já sabia que queria viver de arte.

Nilson foi considerado um dos 40 melhores artistas populares do mundo em 2012, pela Fundação Cartier para a Arte Contemporânea em Paris. Ele faleceu no último dia 23 de dezembro, em decorrência de uma parada cardíaca, em Cuiabá.

Antes da morte do pai, Valques não utilizava o nome ‘Pimenta’. Em entrevista ao Olhar Conceito, ele contou que decidiu mudar a assinatura para homenageá-lo. “Tenho que carregar o nome de honra do meu pai mesmo. Eu devia ter feito isso antes dele falecer. Eu já queria fazer essa homenagem, agora não restou outra dúvida”.

Segundo o artista, a escolha foi o Chateau Camalote porque ele pinta lá todos os finais de semana. Após esta primeira obra, que foi feita há cerca de uma semana (mas ainda não foi concluída), Valques já pintou também um canavial, um edifício da Mandioca, um floral e uma obra sobre Paris. Todas elas, ele assinou como Valques Pimenta.

“Vou continuar tentando o que ele fazia antes, vou fazer eventos com as obras dele, mas não tenho interesse em venda. Não tem nenhum dinheiro que pague, é acervo da família”, finaliza.

Acervo no Chateau

O Chateau Camalote, pousada da jornalista e empresária Lauristela Guimarães, em Chapada, possui um acervo de obras de arte locais. Dentre elas, diversas são de Valques e Nilson Pimenta. A última obra dele, considerado um ‘mestre’ da arte Naif, inclusive, foi pintada no local: a filha de Lauristela, Manu, brincando no balanço embaixo de uma árvore.

A arte de Valques também está por toda a pousada, inclusive nas banheiras, frigobares e manequins. As telas de Valques são vendidas por uma média de R$2 mil, dependendo do tamanho e do grau de dificuldade. Além das telas, ele também faz suas obras sob encomenda.

Serviço

Valques Rodrigues - (65) 99672-0215

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet