Olhar Conceito

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Saúde e Beleza

Studio de dança dentro de shopping tem aulas de tango a lambadão e promete maior interação além do aprendizado

Da Redação - Isabela Mercuri

05 Fev 2018 - 09:12

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Studio de dança dentro de shopping tem aulas de tango a lambadão e promete maior interação além do aprendizado
“Nós temos pais e filhos que vêm fazer aula, mas não procuraram a dança porque querem aprender a dançar. Eles falam: ‘Olha, não tem outra atividade que dá pra gente fazer em conjunto. A gente vai fazer dança porque vai ter o convívio de casa até a academia, a uma hora ali, e depois dali pra casa’. É o único momento que eles passam juntos”. A declaração é do empresário e professor Robson Brasil, que há quatro anos inaugurou seu Studio de Dança em Várzea Grande, e há cerca de três meses uma nova unidade dentro do Goiabeiras Shopping, em Cuiabá. Segundo ele, dentre os diversos benefícios trazidos pela dança, aprender o passo é o menor de todos.

Leia também:
Mistura de ballet e yoga em Cuiabá cria modalidade que trabalha corpo, mente e espírito

Robson nasceu em Goiânia e veio morar em Cuiabá aos dois anos de idade. Por aqui, ele fazia parte de um mosteiro, e em uma de suas saídas, assistiu a um show de Carlinhos de Jesus. “Lá eu tive o primeiro contato com a dança, na extinta apoteose, na Avenida Mato Grosso”, lembra. “Teve a apresentação de outros profissionais de dança, e me interessei pelo estilo que um dançou”.

Na época, o estilo escolhido por Robson foi o samba (hoje, domina outros 23). Ele começou a fazer aulas na Casa Cuiabana, e com o tempo se tornou bolsista, instrutor e, por fim, professor. Em 1999, junto ao irmão, ele abriu o primeiro Studio, chamado ‘Roblart’. Durante este tempo, Robson ainda viajava para diversos lugares para competir. “A gente já competiu em Rondonópolis, num festival, no Rio de Janeiro, onde nós ficamos em segundo lugar e os jurados foram Bianca Gonzales, Ana Botafogo e o Jaime. E a gente já foi para fora fazer workshops na Argentina e na Espanha”. Algum tempo depois, os irmãos romperam a sociedade, e, há quatro anos, Robson inaugurou seu próprio Studio, no centro de Várzea Grande.

No ‘Studio de Dança Robson Brasil’ são oferecidas aulas de diversos estilos. Dentre eles, estão os ritmos tradicionais (samba de gafieira, bolero, soltinho), os ritmos latinos (salsa, zouk, bachata, merengue, cha cha cha), ritmos específicos como o tango, kizomba, samba no pé, lambadão e valsa e ritmos regionais (rasqueado, forró, vanerão e sertanejo). Há, ainda, a possibilidade de fazer aula de dança solo, como stiletto, dança de rua, e a aula de ritmos (que une axé, funk, dance, pop, solto). Aulas de Pole Dance serão oferecidas ainda no primeiro semestre.



“Aqui nós temos dança de salão, que é tudo que é dançado a dois. Como são muitas modalidades, a gente divide por estilo”, explica Robson. “Os ritmos específicos são turmas só desses estilos. Porque são estilos mais difíceis culturalmente de se ter uma quantidade maior de alunos. Pra você dançar tango, tem que ter um paladar um pouco mais refinado para gostar de uma música mais clássica, então não é todo mundo que gosta da música. Mas quem gosta também só gosta daquilo, não faz, por exemplo, sertanejo... então são gostos musicais que influenciam a pessoa a escolher o ritmo”.

Segundo o professor, mesmo nas aulas de dança a dois, não é necessário ter um par fixo para se inscrever. “Não é que tem um instrutor pra cada aluno, é que embora tenha os instrutores, todo mundo dança com todo mundo”.

Apesar disso, existem casais que fazem questão de dançar juntos o tempo todo, porque – como a família citada por Robson – aquele é um momento para estar um com o outro. “Hoje em dia a gente trabalha muito, e fica muito nas redes sociais. Mas quando a gente está em casa, tem a televisão pra atrapalhar, ou o dia a dia ali que é um conjunto de coisas que acabam dificultando esse convívio”, comenta. “Então eles vão pra dança, aquele momento ali é só deles. É um momento de qualidade de vida para os dois, eles dançam, riem, se divertem... podem até não aprender o passo, mas estão ali os dois, um com o outro”.

Também para que haja interação, Robson explica que o Studio realiza, uma vez por mês, uma ‘prática dançante’, em bailes onde os alunos podem ir e praticar sua modalidade de dança. “No dia do baile tem as salas só de ritmos latinos, tem a sala de tradicional e regional, então todo mês você tem um lugar pra dançar. O baile é só pra alunos e convidados dos alunos, mas tem todos os professores e instrutores tirando todo mundo pra dançar. Então você não fica sentado, indo com par ou sem par você dança a noite inteira”. Nos outros finais de semana, eles fazem questão de chamar os alunos para festas que acontecem pela cidade.

Além do contato humano, o professor elenca outros benefícios, como a melhora da coordenação motora, o alívio anti-stress, e condicionamento físico, que fazem com que o público não deixe a atividade. “A pessoa, às vezes, quando entra na dança, entra pra aprender um passo, ou por recomendação médica, ou até mesmo por convívio social... E aí ela fala: ‘Não, vou ficar só um mês porque eu quero aprender um passinho, porque eu me divorciei, porque quero sair e dançar com alguém’... Mas quando ela conhece a dança, é muito raro ficar menos de um ano”.

Atualmente o Studio de Robson tem matriculados desde crianças até idosos de 85 anos. A dança modifica a vida deles, e também dos alunos dos projetos sociais realizados pelo professor em Várzea Grande. Um deles, o ‘Superação’, oferece aulas gratuitas para cadeirantes, e o outro, ‘Dança para Todos’, para 60 jovens bolsistas, todos os domingos, das 8h às 12h.

Em Cuiabá, o Studio é mais recente. Abriu as portas no mês de novembro de 2017 e fica dentro do Goiabeiras Shopping, em frente ao cinema. Segundo Robson, seu objetivo era atingir um novo público, o que conseguiu. “O mais procurado em Cuiabá é a aula de ritmos tradicionais, samba de gafieira, bolero e soltinho. Em Várzea Grande, são os ritmos regionais”, garante.

Para experimentar

Quem quiser conhecer as modalidades de dança do Studio pode aproveitar a ‘Semana de Portas Abertas’, que acontece de 19 a 24 de fevereiro na unidade de Várzea Grande. Neste evento, qualquer pessoa pode fazer qualquer aula, e só é necessário mandar um WhatsApp para garantir sua vaga.

“No final a gente tem um baile, que já é tradicional, que é o nosso baile de máscaras. Então é uma forma que a gente tem de, com o pouco que a gente consegue, sem que a gente tenha gastos, apresentar a dança pra um público que às vezes não tem condição financeira de pagar uma mensalidade. Então o pessoal vai lá e durante uma semana, por dia ele pode fazer três horas aula, de estilos diferentes, conhecer, se divertir, passar uma semana ali”, garante Robson.

Serviço

Studio de Dança Robson Brasil
Unidade Várzea Grande: Rua Santo Antônio Centro Sul n°178
Informações: (65) 3029-2447 / (65) 98108-6888 (WhatsApp)
Unidade Cuiabá: Goiabeiras Shopping - R. Des. José Barros do Valê, 500 - Duque de Caxias
FAN PAGE / INSTAGRAM

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet