Olhar Conceito

Sexta-feira, 07 de agosto de 2020

Notícias / Arquitetura, décor e design

Ponte sobre rio Cuiabá terá fonte luminosa com mesma tecnologia do Parque das Águas

Da Reportagem Local - Érika Oliveira / Da redação - Isabela Mercuri

06 Jul 2018 - 09:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Ponte sobre rio Cuiabá terá fonte luminosa com mesma tecnologia do Parque das Águas
Até o réveillon, ou, mais tardar, no aniversário de 300 anos da capital, Cuiabá e Várzea Grande terão na primeira ponte que ligou as duas cidades, uma ‘dança das águas’ com a mesma tecnologia implantada no Parque das Águas. Ou seja, tecnologia chinesa que está também em Dubai.

Leia também:
Com ‘fonte musical’ de R$ 3 milhões, Parque das Águas tem previsão de entrega para antes do fim do ano

O anúncio foi feito por Emanuel na última quinta-feira (5), em um encontro realizado na Secretaria Municipal de Educação, com o ministro Vinicius Lummertz, do Turismo, e a presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), ex-deputada Maria Aparecida Teté Bezerra. No encontro, foram assegurados R$17 milhões, em recursos, para Cuiabá, por meio do ‘Prodetur, + Turismo’.

Segundo Emanuel, os recursos serão implantados na construção do novo cais do Porto, reforma e modernização do Mercado Municipal Antônio Moisés Nadaf, e Orla do Porto 2. Neste meio está também a implantação da ‘dança das águas’ na ponte Julio Muller, que liga Cuiabá e Várzea Grande.

“Vocês vão ver este canteiro de obras de embelezamento, de contemplação, de amor pela nossa cidade, é fruto de toda essa articulação de muitas mãos, especialmente da bancada federal, da caixa econômica federal e da minha equipe, que se debruçaram pra salvar esses recursos fundamentais para nossa Cuiabá”, afirmou o prefeito.

Emanuel contou em primeira mão que decidiu, junto a Jaime Campos, dar um ‘presente’ para os 300 anos da Capital. “Eu falei, Jaime, vamos dar um presente para os 300 anos de Cuiabá? Quero iluminar a ponte Julio Muller com o mesmo conceito da dança das águas, do Parque das Águas, porque quem vai estar na Orla do Porto 2, na Orla do Porto ou no cais do Porto vai poder contemplar a beleza da dança das águas, no encontro de Cuiabá e Várzea Grande”.

Nas obras realizadas na Orla e no Cais do Porto, a Prefeitura entrará com uma contrapartida de cerca de R$70 mil (cada obra), e mais R$110 mil para a Orla do Porto 2. No caso da ponte, Emanuel contou que o valor será dividido entre Cuiabá e Várzea Grande, e que a intenção é entregar até o réveillon, ou, se não der tempo, até dia 8 de abril de 2019.

“Estamos levantando os recursos. Estamos usando a mesma tecnologia do Parque das Águas. Eu designei o Vuolo pra ir pra China, o Vuolo foi pra China recentemente, contatou o pessoal, eles viram, então os preços não ficam pesados. O Jaime topou ‘meiar’, porque a ponte está entre Cuiabá e Várzea Grande,  então estamos só vendo a questão do VLT, ver onde vai passar, pra gente poder entregar uma coisa bacana”, finalizou.

A ‘dança das águas’ usará a água do próprio rio Cuiabá. Veja vídeo de como funcionará:

36 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • mardem
    09 Jul 2018 às 18:32

    lindo , lindoo demais e a merda do prefeito em vez de comprar remedios p doentes , arrumar hospitais , vai colocar agua pra dançar ,

  • Wallace maknamara
    09 Jul 2018 às 15:51

    Engraçado a cidade precisando de investimento em saúde e educação o povo investindo em fonte luminosa para ganhar voto. E depois fica a dívida para o povo pagar. Praça e bom mais segurança, saúde e educação tivesse em ordem. Nem as vias estão asfaltada s direito.

  • Andre
    09 Jul 2018 às 15:35

    Em quanto isso perdemos familiares nas policrinica de Cuiabá... perdi uma tia minha sabado por falta de medicamento não por falta de médico sim por falta de estrutura para trabalhar o principal medicamento..... quantos que não custa um refletor para uma fonte dessas o secretário estopa dava muito bem porque ele foi até o Japão para comprar o que está no porque das agua .......

  • pereira
    09 Jul 2018 às 10:19

    deviria mesmo e preocupar com os postos de saúde e das upas que estao verdadeiro caos juntamente com o pronto socorro

  • Antonio Pedro
    09 Jul 2018 às 10:13

    É EXATAMENTE isso que nossa capital está precisando! NÃO tem ninguém na Ala vermelha do Pronto Socorro precisando de atendimento, e NÃO está faltando remédios nas UPAS.

  • João
    08 Jul 2018 às 21:31

    Só um detalhe, o vídeo não contempla o VLT passando pela ponte. Seria um presságio?? Até quando?

  • César
    08 Jul 2018 às 15:53

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ricardo
    07 Jul 2018 às 22:42

    PALETÓ

  • Ricardo
    07 Jul 2018 às 20:47

    É proibido falar a palavra Paletó aqui no olhar direto.

  • Eduardo
    07 Jul 2018 às 18:30

    Esses comentários são ridículos, deixa o cara trabalhar em paz. Ele tá lá por que foi eleito é tá fazendo muito por Cuiabá. Se não quiserem ele é simples só não votar.

Redes Sociais

Sitevip Internet