Olhar Conceito

Sexta-feira, 04 de dezembro de 2020

Notícias / Artes visuais

Exposição fotográfica traz relatos imagéticos de festas de santo pantaneiras ao MISC

Da Redação - Isabela Mercuri

21 Ago 2018 - 09:11

Foto: Mário Friedlander

Exposição fotográfica traz relatos imagéticos de festas de santo pantaneiras ao MISC
A exposição fotográfica ‘Santos Pantaneiros’, do fotógrafo Mário Friedlander, começa na próxima quarta-feira (22), às 20h, no Museu da Imagem e do Som de Cuiabá (MISC), com mais de cem fotografias que retratam as festas de santo realizadas no Pantanal mato-grossense.

Leia também:
Obras de artistas com síndrome de Down são expostas no Misc

Viabilizada através do Edital Circula-MT, da Secretaria de Cultura do Estado de Mato Grosso – (SEC-MT), e com o apoio da EXPOIMAT-UFMT, da Prefeitura Municipal de Cuiabá, Prefeitura Municipal de Campo Verde, Prefeitura Municipal de Primavera do Leste, a exposição, depois da capital, vai também para Primavera do Leste e Campo Verde.

De acordo com a assessoria, as fotos serão expostas em dois tamanhos, e as instalações inserem um ‘Arco da Iluminação’ da Festa de São João e São Gonçalo de Dona Apolônia de Poconé. Este ‘arco’ é um suporte para celebrações e para a colocação de luminárias cerâmicas.

No local, haverá também um altar tradicional, com enfeites, imagens e iluminação variada. Todas as foram cedidas por diversos festeiros, com os quais o fotógrafo se relaciona há muitos anos. Além disso, alguns ambientes da exposição serão ornamentados com bandeirolas tradicionais, com diversos desenhos e recortes feitos a mão, em mutirões devocionais.

“Esta é a segunda vez que trago esta exposição para contemplação pública. Aqui faço uma conexão entre o sagrado e a cultura desses povos e sempre me surpreendo nestes encontros. São tantos devotos, manifestações artísticas diferentes que alcançam ao sobrenatural. Nela retrato os preparativos das festas religiosas e os costumes das populações tradicionais que seguem perpetuando a cultura ancestral. Minha presença nestes lugares e o consequente registro destas festas exigem um aprofundamento nas origens, pesquiso, não me limito apenas ao registro. E isso tudo é um pouco da emoção e crenças destes povos”, afirma Mário.

Dentre as festas fotografadas, estão as de São Benedito, Divino, Santana, São João e São Gonçalo, São Pedro, Cavalhada de São Benedito, todas realizadas em Poconé, além de São Bento e nossa Senhora Aparecida de Rosário Oeste, festa de São Pedro da Comunidade de Joselândia e Santo Antônio da comunidade Maravilha de Poconé.

A exposição conta com a curadoria do multi artista Bené Fonteles que residiu muitos anos em Mato Grosso e tem atuação destacada nas áreas de cultura popular e de patrimônio imaterial. “A imensa sensibilidade de Mário, não só em fotografar, mas viver ao acolher a espiritualidade da gente pantaneira em seu território visual, está marcada ou demarcada pelas fronteiras naturais do Estado de Mato Grosso. Na mostra, estamos retratando sentimentos, captados pelo do seu olhar, por meio de elementos usados nas cerimônias, a exemplo das luminárias aos altares, que estabelecem o caráter precioso do costume regional das comunidades festeiras”, destaca o curador.
 
Serviço
 

Exposição Santos Pantaneiros
Local: Museu da Imagem e do Som - Rua Voluntários da Pátria - Centro  
Abertura: 22 de Agosto
Horário: 20h
Informações: (65) 99274-1456
*Visitação de segunda-feira a sexta-feira, das 9 às 17h – até 22 de Setembro

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet