Olhar Conceito

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias / Literatura

poesia

Livros de Mato Grosso são incluídos pela primeira vez na lista do MEC para escolas públicas

Da Redação - Isabela Mercuri

10 Set 2018 - 11:00

Foto: Reprodução

Livros de Mato Grosso são incluídos pela primeira vez na lista do MEC para escolas públicas
Dois livros de autoras mato-grossenses passaram, desde o último dia 30 de agosto, a integrar o Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), para serem distribuídas às escolas de todo Brasil: ‘Apesar do Amor’, de Marli Walker, e ‘SaBichões’, de Marta Cocco. A informação foi divulgada no Diário Oficial da União pelo Ministério da Educação.

Leia também:
Após FLIP, autor lança coletânea de 'minicontos' no Sesc Arsenal

‘Apesar do Amor’ é um livro de poemas que fala sobre os contrastes entre a fartura e a fome, sendo importantes formadores de leitores críticos e conscientes. “Espero que isso se reverta em reconhecimento para todos os autores e autoras e editoras de Mato Grosso, que têm incentivado e publicado, apesar das dificuldades. É muito bom saber que livros produzidos em regiões fora do eixo Rio-São Paulo, estejam entre os selecionados pelo PNLD”, afirma a autora. “Eu acredito que a sensibilização estética, por meio da Literatura, forma consciências e leva a reflexões diferentes daquelas elaboradas no cotidiano que, às vezes, são recortes superficiais e parciais das contingências vividas no dia a dia. Poder trabalhar dentro desse prisma de contrastes entre a fartura e a fome, na formação de leitores críticos é uma grande satisfação”, completa.

Marli é professora do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus de Cuiabá. É doutora em Estudos Literários pela Universidade de Brasília. Residiu muitos anos em Sinop, hoje mora na capital.

Marta, por sua vez, é autora de ‘SaBichões’. Ela é professora da Unemat, doutora em Letras e Linguística pela UFG e membro da AML. Já residiu em Diamantino, Cuiabá e hoje mora em Tangará da Serra. Já foi premiada duas vezes em Mato Grosso. Para ela, “esta é uma conquista importante para todos e todas que produzem literatura em Mato Grosso. Gostaríamos que outros estados do Brasil olhassem para este lugar e percebessem como temos autores e autoras de grande qualidade hoje, e também do passado. Há muito para se conhecer. Tenho procurado levar textos de diversos autores para a sala de aula e os estudantes, da graduação ou da pós, têm gostado muito de conhecê-los. Ao levarem para suas salas de aulas da educação básica, relatam que as crianças e jovens ficam muito entusiasmados, ou por causa da identificação com o lugar onde vivem, ou por saberem que os autores não estão distantes, no Rio de Janeiro, em São Paulo, mas vivem aqui, como eles, estão próximos. Isso gera uma autoestima muito grande”.

Seus poemas infantis, ilustrados por Vanessa Prezoto, destacam a habilidade de animais dos biomas brasileiros, fazendo uso de um divertido jogo de imagens poéticas e sons. É um livro importante para estimular a criatividade e a afetividade das crianças diante do meio ambiente.
 
Elaine Caniato e Ramon Carlini, proprietários da editora que publicou as duas obras, receberam a notícia como um prêmio ao esforço contínuo que realizam junto aos autores no incentivo à leitura. “Sempre trabalhamos duramente para estabelecer esta ponte entre escritores, professores e leitores, primordialmente em Mato Grosso, mas também em outros Estados. Produzimos livros para serem lidos, sorvidos, apreciados, que multipliquem o conhecimento, deem vazão a expressão humana e que contribuam para o crescimento intelectual, social, científico e econômico da nossa população. Portanto essa porta que se abre é muito importante, pois temos muitos outros escritores(as)/livros publicados a serem mais amplamente reconhecidos. Quem sabe isso não abra os olhos de muitas pessoas! Não há desenvolvimento sem leitura”, disse Elaine Caniato. “Agora, precisamos da atenção das redes das secretarias municipais e estadual de Educação para analisarem, junto aos professores, as duas obras no Catálogo on-line do PNLD Literário 2018 e, se acharem pertinente, escolherem os nossos livros. Acreditamos também que as escolas particulares terão interesse nessas obras”, finalizou Ramon.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet