Olhar Conceito

Sexta-feira, 04 de dezembro de 2020

Notícias / Artes visuais

Exposição de esculturas em rocha calcária de artista turco acontece no Misc

Da Redação - Isabela Mercuri

13 Set 2018 - 16:56

Foto: José Ferreira

Exposição de esculturas em rocha calcária de artista turco acontece no Misc
A exposição ‘Pedras em Movimento’, do escultor turco Yusuf Dogan, será aberta no Museu de Imagem e do Som (Misc) nesta sexta-feira (14), a partir das 19h30. Violas de cocho, cajus, bustos, peixes e outras imagens extraídas de rochas calcárias fazem parte do acervo pessoal do artista, que estará disponível à apreciação do público no museu.

Leia também:
Autor de obras espalhadas pela cidade, turco esculpe em pedras há mais de 20 anos em Cuiabá

De acordo com a assessoria, a realização da exposição converge com uma das principais características do Museu de Imagem e do Som de Cuiabá, que faz da diversidade uma de suas principais marcas. “Esta é uma casa. E como casa, estamos disponíveis para receber bem todos aqueles que querem nos visitar. Na reabertura, tivemos a apresentação do Grupo Flor Ribeirinha, de cultura popular. Ao lado tínhamos o africano Hermínio Nhatumbo, que trouxe peças feitas com madeira. Ou seja, os artistas estão produzindo e buscando espaços, e nós temos esse espaço. Por que esperar?”, questiona o diretor do Misc, Cristóvão Gonçalves da Silva.

Yusuf Dogan nasceu na Turquia, e veio com a família para o Brasil com apenas seis meses de idade. Os pais, cristãos ortodoxos, decidiram mudar de país por conta de conflitos religiosos, e vieram para Campo Grande, onde já residiam alguns familiares. Nos anos 80, saíram de Mato Grosso do Sul e se instalaram em Cuiabá.

O filho, no entanto, não ficou. Morou no Nordeste por quase dez anos, até que em 1992 voltou à cidade verde, trabalhando como comerciante. “Eu sabia que mexia com alguma coisa, só que não sabia o que era realmente”, lembra o escultor, ao falar sobre a veia artística que já pulsava em seu peito. “Em 94 a lâmpada acendeu para a pedra”, contou ao Olhar Conceito, em entrevista realizada em julho de 2018.

Ele estava andando por Chapada dos Guimarães quando veio a ideia de que, a partir daquele momento, seria escultor. Decidiu que só trabalharia com pedras desta região, e passou a aprender absolutamente tudo o que podia sobre elas, sempre sozinho.

Foram dez anos trabalhando somente com as mãos e com pedras calcárias até conseguir comprar seu primeiro maquinário, e ter a opção de lapidar cristais e fazer miniaturas. Aprendeu em um curso a lapidar pedras para que virem joias, mas é na escultura e no entalhamento que se encontrou.
 
Serviço

Exposição Pedras em Movimento – Yusuf Dogan
Abertura: Sexta-feira (14), 19h30
Local: Museu da Imagem e do Som (Misc) - R. Voluntários da Pátria, 79 - Centro

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet