Olhar Conceito

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Saúde e Beleza

Após encontrar a dança, cuiabana emagrece 30kg com dieta e exercícios diários

Da Redação - Isabela Mercuri

16 Out 2018 - 09:08

Foto: Arquivo Pessoal

Antes e depois de Rosy

Antes e depois de Rosy

Foi quando se encontrou com a dança que a potiguar Rosicleide Maria de Andrade, que sempre viveu em Cuiabá, decidiu que queria emagrecer. Depois de ganhar alguns quilos com saídas, bebidas e festas, ela embarcou também em uma dieta restrita e emagreceu 30 kg em apenas oito meses.

Leia também:
Tangaraense representa MT no Miss Brasil Teen neste final de semana

“Eu sempre fui muito magra”, contou ao Olhar Conceito. “Engordei aos 19 anos, quando comecei a beber, e sair para festas”. Foi nessa época, também, que ela entrou na faculdade para estudar administração.

Em certo momento, tomou a decisão: “Decidi emagrecer assim que terminasse a faculdade, porque eu já não estava mais feliz com meu corpo. As melhores roupas não me serviam, a autoestima estava lá embaixo, e eu não iria deixar chegar ao ponto de ter algum problema de saúde para começar a emagrecer”.

Rosy, como é chamada, procurou um endocrinologista e chegou a tomar remédios, mas não se adaptou e parou. A solução, na realidade, foi trocar as pizzas, fast food e carboidratos em geral por uma dieta restrita e academia.

Na alimentação, ela passou a comer meio pão no café da manhã, sem líquidos, meia maçã no lanche da manhã, salada à vontade, três colheres de sopa de arroz e 200g de proteína no almoço, meia maçã à tarde e salada à vontade e 200g de proteína à noite. Vale lembrar que esta dieta foi eficiente para ela, mas não deve ser replicada sem indicação de nutricionista.

E não foi fácil. Para ela, inclusive, o mais difícil foi parar de comer. “Eu comia muito antes, e estava acostumada com grandes quantidades ou coisas muito calóricas. E quando cortei, nossa... Eu passava muito mal! Meu corpo tremia, eu suava frio, me dava ânsia, era terrível”.

Aliado à alimentação, veio também o exercício físico. “Antes de começar esse processo eu pensava: ‘eu quero ser desse tipo de pessoa que é viciada em academia’... Mas eu não entendia que eu precisa me achar, encontrar algo que me motivasse, que me fizesse querer ir todos os dias para a academia. Foi quando eu achei a dança, e ela mudou minha vida”, revela.

Atualmente, a dieta não é mais tão restrita, mas é balanceada, e os exercícios se tornaram parte da rotina. “Hoje em dia não faço a mesma dieta do começo, até porque hoje meu corpo é outro. Mas sou bem regrada... os exercícios são mais intensos, faço dança todos os dias, aulas aeróbicas e treino com Personal duas vezes na semana”, explica.

Das privações, que foram drásticas no início (corte total de sal, açúcar, fast food, doces, refrigerante e bebida alcoólica), ela mantém somente ao refrigerante. “Hoje posso comer de tudo, não tem nada que eu tenha excluído por completo da minha vida”.

Agora, Rosy quer ajudar outras pessoas com dicas. Ela, que trabalha gerenciando redes sociais, pretende compartilhar suas experiências no Instagram. Quem quiser acompanhar, basta clicar AQUI.  

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet