Olhar Conceito

Quinta-feira, 17 de junho de 2021

Notícias / Religiosidade

tragédias coletivas

Seminário de Divaldo Franco vai explicar o ‘realinhamento moral do planeta’ e espera duas mil pessoas

Da Redação - Isabela Mercuri

10 Jun 2019 - 08:18

Foto: Reprodução/Internet

Seminário de Divaldo Franco vai explicar o ‘realinhamento moral do planeta’ e espera duas mil pessoas
O seminário do médium Divaldo Franco, que acontece em Cuiabá no próximo dia 17 de junho, segunda-feira, vai explicar o tão famoso ‘realinhamento moral do planeta’, e qual sua ligação com as tragédias coletivas, como o caso de Brumadinho. A palestra será no Hotel Fazenda Mato Grosso, das 19h30 às 22h, e espera um público de duas mil pessoas.

Leia também:
Encontro espírita pretende reunir 1500 pessoas para discutir evangelização infantil em Cuiabá
 
Divaldo tem 92 anos de idade, e mais de 50 dedicados à mediunidade e caridade, além de 60 como orador espírita. Em 1952, fundou junto a Nilson de Souza Pereira a instituição de caridade ‘Mansão do Caminho’, que ajuda diariamente cerca de seis mil pessoas e abriga mais de três mil, centenas delas registradas como filhos do médium, em Salvador, na Bahia. O ingresso para o seminário custa R$30, e parte da renda será revertida para a Mansão do Caminho.
 
"As tragédias como a de Brumadinho se tornaram mais frequentes porque vivemos o realinhamento moral do planeta que, segundo a doutrina espírita, passará do estágio de provas e expiações, onde há predomínio do mal, para o caminho da regeneração", afirma a vice-presidente doutrinária da Feemt, Luiza Leontina.
 
Na palestra, o médium vai responder às seguintes perguntas: Afinal, dias melhores realmente virão? Haverá um momento em que o bem prevalecerá? Qual deve ser o papel das nações e dos indivíduos nesse contexto de transformação espiritual do mundo?
 
Leontina avalia que o evento trará informações importantes acerca da necessidade de mudança dos seres humanos frente ao compromisso assumido na espiritualidade: contribuir com a evolução planetária.
 
Lacordaire Faiad, presidente da Feemt, frisa que apesar do sofrimento ao perder entes queridos, este é um momento de renovação da fé e da esperança. "Nós, espíritas, temos a compreensão de que tudo é passageiro. A desencarnação, seja de forma natural ou trágica, possui uma razão de ser. Na esfera individual e coletiva, essas provas vêm para despertar nossas qualidades morais, entre elas, o amor e a fraternidade".
 
Agenda no interior
 
Na cidade de Sinop (500km de Cuiabá), entre 14 e 16 de junho, acontece a ‘Jornada Espírita do Norte’, também com o médium Divaldo Franco. Na jornada, a proposta é mostrar a importância do cultivo de valores humanos e morais como forma de desenvolver a saúde, evitando a ocorrência de doenças como depressão, ansiedade e mesmo o suicídio.
 
"Vamos trabalhar a libertação de todas essas dores a partir da vivência prática do amor, porque somos testemunhas de que o distanciamento dele gera uma sociedade fria, distante e doente, com tantos jovens buscado o suicídio. É necessário entender que o vazio existencial e espiritual não se preenche com coisas", explica a vice-presidente da Feemt, Luiza Leontina. 
 
Serviço
 
Seminário Tragédias Coletivas e as Leis Divinas
Data: 17 de junho, segunda-feira
Horário: das 19h30 às 22h
Local: Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá
Ingresso: R$ 30. Outras informações e pontos de venda: (65) 3644-2727 ou pelo SITE 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet