Olhar Conceito

Terça-feira, 22 de setembro de 2020

Notícias / Religiosidade

Mudança de local da Festa de São Benedito se deve a dificuldades financeiras e ‘estado’ da cozinha, diz pároco

Da Reportagem Local - Fabiana Mendes / Da Redação - Isabela Mercuri

19 Jun 2019 - 09:25

Foto: Fabiana Mendes / Olhar Direto

Coletiva é realizada nesta manhã

Coletiva é realizada nesta manhã

A tradicional festa de São Benedito tornou-se alvo de críticas nas redes sociais após ser anunciado que parte de sua programação será realizada no Centro de Eventos do Pantanal, e não mais ao redor da igreja. Em entrevista na manhã desta quarta-feira (19), o pároco da Igreja, Pedro Canísio Schroeder, afirma que as decisões se devem a dificuldades financeiras e ao estado da cozinha, que é alvo constante de alertas do Corpo de Bombeiros e que só pode funcionar até às 18h.

Leia também:
Baile de abertura da Festa de São Benedito acontece no Alphaville Buffet com ingressos a R$150

De acordo com a assessoria, esta condição da cozinha inviabiliza que a comida seja preparada ao longo de todos os dias de realização da festa. “Por conta do horário limitado, um verdadeiro malabarismo é realizado por cozinheiras e voluntários para que a comida chegue até o pátio da igreja”.

Além disso, segundo o pároco, o telhado teve que ser trocado em caráter emergencial há alguns meses, o que compromete a realização da festa deste ano no Largo do Rosário. “A saúde financeira da igreja, também não vai bem. Depois de recorrente baixa lucratividade das últimas edições, já que boa parte do que angariamos fora revertido para os custos da festa, estamos tendo dificuldades para honrar com dívidas que se amontoam. E muitas destas, decorrem de reformas que tivemos que realizar para dar continuidade à programação cotidiana da igreja”, explica o Padre. A decisão de levar a festa para o Centro de Eventos do Pantanal foi da coordenação de 2019.

"A importância da mudança esse ano decorre da insuficiência das instalações para a gente poder fazer a quantidade da comida na cozinha de São Benedito. O grande nó estrangulador foi aplicado na reforma da cozinha", explica o padre. 

A ideia, agora, é arrecadar uma parte do valor necessário para a reforma da cozinha, calculado em cerca de R$300 mil, durante a festa deste ano, e também em campanhas posteriores. 

"A maioria do pessoal que está desconfortável tem a ideia que a gestão da paróquia quer tirar a festa da praça da Igreja, e que isso seria um ensaio, este ano, para efetivar uma coisa no futuro que eles não concordam que deveria acontecer. E isso não é verdade. Nós queremos retomar a festa concentrado aqui para 2020. Se não tivesse a mudança, não teríamos como fazer a festa de São Benedito este ano", lamenta o padre. 

Ainda segundo o pároco, a estrutura construída no Lardo do Rosário é cara e, por isso, foi necessário fazer a 'economia' neste ano. “Para se ter uma ideia, só para a equipe de segurança, no ano passado, foi pago o valor de R$ 80 mil”. Além disso, era necessário gradil, tendas cobertas, palco, som mais potente por se tratar da festa ser ao ar livre, gerador de energia e número elevado de profissionais para realizar a segurança, levando-se em consideração que no entorno da igreja reúnem-se milhares de fiéis.

“Boa parte dos recursos que temos para realizar a festa são conquistados a partir dos esforços de voluntários, dos festeiros, de doações. Neste ano mesmo, o que temos até agora para realizar a festa, são apoios do Governo de Mato Grosso, que cederá o som e a Prefeitura de Cuiabá, que nos cederá o palco para as atrações”.

O restante do valor veio das 22 comunidades que compõem a Paróquia, que além de realizar ações em seus bairros, colaboraram com a coordenação da festa na realização de promoções como a Jornada da Fé, jantar de lançamento, feijoadas, leilões e domingueira dançante.

“Tudo é mérito destas pessoas que muitas vezes, têm deixado seu trabalho e sua família para colaborar com a causa da igreja. Precisamos valorizar a atuação destes e não os atacar e colocar em dúvida a honestidade deles, como vem sendo feito. Precisamos de mais apoio e menos julgamentos”, reforça o padre.

A intenção, então, é economizar na realização da festa. “Para se ter uma ideia, esperamos que não seja gasto nada além de R$ 8 mil para custear as atrações culturais. A Universidade Federal de Mato Grosso, a exemplo, será nossa parceira. Assim como o grupo de siriri Flor de Atalaia, Fundação Jaiminho, e médicos que compõem o Clube do Choro. É deste modo que temos também, como atrações já confirmadas, a Orquestra Cuiabana de Choro, Capoeira da Angola, Maracatu e os artistas do Cena Livre, entre outros que se colocaram à disposição para somar à realização da festa”.

Uma área também foi delimitada no foyer do Centro de Eventos do Pantanal, e com o valor arrecadado com esta área, a coordenação já conseguiu garantir a montagem das barracas no interior do Centro de Eventos, reduzindo ainda mais este custo. “Vale ressaltar, todas as práticas religiosas que são tradicionais à festa, seguem sendo realizadas dentro e no entorno da Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. Mas para que a festa tenha êxito e possamos enfim, equipar a cozinha dentro das normas de segurança do Corpo de Bombeiros e voltarmos para o Largo do Rosário, precisamos do apoio da sociedade. Que possam nos dar este crédito. Apenas por este ano. Peço que São Benedito toque no coração dos cuiabanos para que possamos obter êxito”.
 
Confira a programação dos dias da festa:


2 de julho, terça-feira

5h – Levantamento de mastro    
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito
 
4 de julho, quinta-feira

5h – Missa Campal e Chá com Bolo
Local: Praça do Rosário
18h às 23h – Shows regionais, atrações culturais e feira gastronômica com comidas típicas
Local: Centro de Eventos do Pantanal
 
5 de julho, sexta-feira

5h – Missa Campal e Chá com Bolo
Local: Praça do Rosário
18h às 23h – Shows regionais, atrações culturais e feira gastronômica com comidas típicas
Local: Centro de Eventos do Pantanal
 
6 de julho, sábado

5h – Missa Campal e Chá com Bolo
Local: Praça do Rosário
18h às 23h – Shows regionais, atrações culturais e feira gastronômica com comidas típicas
Local: Centro de Eventos do Pantanal
 
7 de julho, domingo

5h – Missa Campal e Chá com Bolo
Local: Praça do Rosário

17h – Procissão
Local: Praça do Rosário

11h às 15h – Almoço com comidas típicas e atrações culturais
Local: Centro de Eventos do Pantanal
 
 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet