Olhar Conceito

Quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Notícias / Saúde e Beleza

wellness e overall

Após título internacional, mato-grossense vence campeonato estadual de fisiculturismo pela primeira vez 'em casa'

Da Redação - Isabela Mercuri

20 Jun 2019 - 14:35

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Nerilde Strey treina na Academia AFC

Nerilde Strey treina na Academia AFC

A agente de viagens e guia de turismo Nerilde Strey, 39, venceu o Campeonato Mato-grossense de Culturismo que aconteceu no último sábado (15), no Liceu Cuiabano. A atleta levou para casa o troféu da categoria Wellness e, também, a ‘Overall’, ou seja, o prêmio da noite.

Leia também:
Mato-grossense vence campeonato internacional de fisiculturismo em São Paulo

Em 2018, Nerilde já havia ganho um título internacional na Arnold Sports, em São Paulo. O título de agora, no entanto, foi também uma realização. “Nesse sábado, quando eu cheguei no Liceu Cuiabano, muitas pessoas perguntaram o que eu estava fazendo ali se eu já tinha um titulo internacional Arnold. E a minha resposta foi: o Arnold não foi em Mato Grosso. O Arnold não foi na minha casa. aqui eu sempre perdi. Eu competi meu estreante, meu estadual, e eu nunca tinha ganhado na minha casa, e precisava disso pra mim”, contou ao Olhar Conceito.

A atleta treina uma hora por dia, de segunda a sexta, e conta que o segredo é a intensidade e, é claro, a alimentação. “Você tem que deixar muitas coisas para trás. Às vezes você é até antissocial com os amigos, com a família, porque deixa de sair. Você não pode tomar uma cerveja, uma coca, comer uma pizza, um doce... acaba se regrando de muita coisa. Mas é alimentação, treino, nutricionista, nutrólogo... tem toda uma equipe por trás”.

Agora, o objetivo de Nerilde é competir no campeonato brasileiro, que acontece em agosto. Para isso, no entanto, busca patrocínio, já que somente a inscrição custa em torno de R$600. A este gasto, soma-se a passagem e a hospedagem e, mesmo que ela vença, não há prêmio em dinheiro. “Eu já competi no brasileiro duas vezes, mas ainda não consegui o título dele. Mas é algo que eu treino para superar”.

Para ela, tudo é uma questão de força de vontade: “Muitas pessoas falam que treinam e não conseguem conquistar o corpo, mas o ser humano é capaz de tudo. Eu consegui. Eu era gorda, eu tinha 23% de percentual de gordura. Eu subi no palco com 6% de gordura. Eu acho que quando você quer, você corre atrás e alcança”, finaliza.

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet