Olhar Conceito

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias / Saúde e Beleza

green

Após três anos fazendo ações sociais, cuiabana abre a própria barbearia e fideliza clientela

Da Redação - Isabela Mercuri

07 Jul 2019 - 15:30

Foto: Divulgação

Suzanne Alves, barbeira e sócia-proprietária da 'Green'

Suzanne Alves, barbeira e sócia-proprietária da 'Green'

Suzanne Alves nunca teve um emprego convencional. Por muitos anos, foi bartender e consultora de bares, além de sommelier de cerveja, enquanto, aos finais de semana, fazia ações sociais cortando cabelos em asilos e outras instituições de caridade. Há cerca de um mês, abriu as portas da ‘Green Barbearia’, em sociedade com o marido, Charles Sandhas. No entanto, quem ‘manda’ ali é ela, e garante: “Os clientes sempre voltam”.

Leia também:
Cabeleireiro que saiu de assentamento no interior de MT se torna dono de barbearia em bairro nobre de Cuiabá

Suzanne aprendeu o que sabe em um curso com um barbeiro renomado da cidade. Em três dias, percebeu que tinha um ‘olho clínico’ para a coisa, e decidiu que precisava treinar. Foi aí que criou o grupo ‘Barbeiros do Bem’. Paralelo à ação social, estudou mais sobre visagismo e harmonização de corte de cabelo com rosto e barba.

Com o tempo, percebeu que poderia transformar o hobby em profissão. A ‘Green Barbearia’ abriu as portas há cerca de um mês no Jardim das Américas, e, mesmo com pouco tempo, ela já fidelizou muitos clientes. Segundo ela, não há nenhum preconceito por ser mulher. “Às vezes as pessoas vêm por eu ser mulher, mas eles voltam pelo meu trabalho. Não tenho nenhum cliente que seja meu amigo. Eles são meus clientes, eu os trato com respeito, e eles me tratam com respeito”.

Suzanne optou por fazer somente serviços para homens – porque já existem muitos salões de beleza para mulheres no bairro, segundo ela – e conta que não ‘corta’ a barba somente. “Nós não fazemos barba. Nós fazemos barboterapia. E o que envolve? Tratamento de fios, design de barba, esfoliação do rosto, limpeza de tecidos mortos... a gente abre os poros com vapor ou toalha quente, no final a gente tira a oleosidade da pele e faz o jato frio para fechar os poros, que é pra proteger o cliente quando ele sair, da poluição e da sujeira, e não infectar com bactérias na pele. E custa R$50”.

A barbeira conta que tem até mesmo clientes sem barba, que fazem o tratamento por conta dos benefícios para a pele. Outro diferencial de seu trabalho está no conhecimento sobre visagismo, já que ela faz questão de dar dicas sobre o que combina com cada rosto, profissão, e com o que o cliente quer.

“O diferencial é mostrar para o cliente que tem como ele ter estilo com praticidade. Porque hoje em dia tem muito barbeiro que corta o cabelo do cara, faz uma foto e posta no instagram... depois o cliente chega em casa, lava o cabelo, vai pentear e não consegue ficar a mesma coisa. Nosso diferencial é dar estilo para o cliente, fazer um penteado legal, que chame atenção, harmonize com o rosto, e que seja prático, que ele consiga fazer. Tem penteado que a gente ensina a fazer só com a mão. Só indo no sentido que o cabelo cresce”, garante.



Às vezes, conta Suzanna, o que o cliente precisa é somente das dicas. É o chamado ‘corte psicológico’. “O cliente senta, conversa, eu corto dois fios de cabelo dele e mudo o jeito de pentear, e ele acha que eu cortei e mudei o mundo”, brinca. “Só que ele só está penteando o cabelo dele indo contra os pelos. Aí fica aquele volumão, a cabeça parecendo que é maior, sendo que era só mostrar o lado que ele tem que pentear”.

Para o futuro, ela pretende incorporar um bar ao espaço, e realizar eventos na parte externa. Por enquanto, ‘Green’ funciona das 9h às 21h, de segunda a sábado. De segunda a quarta-feira, a barboterapia custa R$40, e o corte de cabelo, R$50. De quinta a sábado, a barboterapia sai por R$50, e o corte, R$60.

Serviço

Green Barbearia
Av. Brasília, S/N (em frente ao Big Lar do Jardim das Américas)
Horário: das 9h às 21h
Reservas: (65) 99938-7719
INSTAGRAM
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet