Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Arquitetura, décor e design

Mostra de arquitetura Baby Dreams traz tendências para quartos de bebês a partir desta quarta

Da Redação - Isabela Mercuri

25 Set 2019 - 08:21

Foto: Fellipe Lima

Mostra de arquitetura Baby Dreams traz tendências para quartos de bebês a partir desta quarta
Foi lançada na noite da última terça-feira (24) e aberta ao público nesta quarta-feira (25) a 3ª Mostra de Arquitetura da Baby Dreams. Arquitetos convidados pela proprietária, Mayra Prado, projetaram quinze ambientes, com propostas diversas. Quase todos os produtos utilizados estão disponíveis na loja, que ganhou também uma nova fachada, recepção e jardim. A mostra é renovada a cada biênio, trazendo o que há de tendência em decoração e arquitetura em todo o mundo. As cortinas e persianas da mostra são do Empório do Arquiteto e Degradê.

Leia também:
Baby Dreams prepara nova mostra com 15 ambientes e espaços para PETs nos quartos de bebê
 
Veja os ambientes:


Fachada e recepção (Doce Encanto)

Foto: Fellipe Lima

Foto: Fellipe Lima

Projetadas pelo escritório Carol Boaventura, a recepção tem a proposta de um ambiente mais aconchegante, para ser um espaço em que o cliente se sinta em casa. Além disso, o novo espaço dá mais visibilidade à Trousseau Petit, marca parceira da loja, com opções para presentes e roupinhas para a primeira idade.
 
Quarto do circo


Foto: Fellipe Lima

Projetado por Ana Carolina Gore, o quarto teve todo o enxoval desenhado pela profissional e confeccionado pelos ateliês parceiros da Baby Dreams. A proposta é trabalhar com tecidos especiais, como linho, tricô, veludo. O ambiente é mais lúdico, infantil, com diversas pelúcias.
 
Blush Room

Foto: Fellipe Lima

Um ‘quarto de princesa’ projetado pelo Studio do Arquiteto. Este ambiente tem influências provençais e trata-se de um quarto mais clássico, com enxoval em tons de candy color. O berço é um lançamento do fornecedor, com estrutura de metal. “Apesar de ser uma linha de móveis mais moderna, a gente conseguiu trazer para um ambiente clássico. É essa mistura que hoje é muito importante”, explica Mayra. O enxoval tem trabalhos de renda, tudo antialérgico.

Outro diferencial é o detalhe da caminha e malinha do pet combinando com a mala e bolsa de maternidade. Os produtos são da ‘Master Bag’, uma fábrica do Rio de Janeiro que vende para todo o Brasil. “É tendência, e cada vez mais o animal está integrado com a criança”, explica a proprietária da Baby Dreams.
 
Up room

Foto: Fellipe Lima

Projetado por Luciana Duarte, o ambiente tem influência escandinava e uma proposta mais moderna, com tons de preto, cinza e branco. A ideia é que seja um quarto para dois irmãos, um mais novo e outro mais velho, por isso há um berço e uma mini cama. O berço é de acrílico transparente, para dar mais visibilidade à mãe, e ele balança – além de virar mini cama.
 
So Cozy

Foto: Fellipe Lima

Idealizado pela arquiteta Fernanda Dellamonica, 35, o ‘So Cozy’ também é um quarto para irmãos, mas de sexos diferentes. “A ideia do quarto veio do conceito escandinavo, que é simplicidade, aconchego, cores sóbrias, móveis brancos, o aconchego da madeira. E trazendo isso para a realidade dos pequenos a gente pode colocar um pouquinho de toque de candy colors”, conta a arquiteta.

“Aqui eu estou homenageando meu afilhado, que é o Matteo, e a irmãzinha dele. A ideia também foi fazer algo que está se fazendo bastante hoje que é o quarto compartilhado. Você não coloca mais só irmãos do mesmo sexo no quarto, você consegue misturar”. Para fazer esta mistura, Fernanda inseriu cores diferentes em cada berço e caminha, e colocou tapetes desconstruídos, com a ideia de chamá-los pra brincar juntos.
 
Quarto da Alice

Neste quarto, a arquiteta Ana Paula Aguiar trouxe uma proposta de uma linha de móveis provençal clássica. O berço feito especialmente para a mostra com a telinha na cor natural. A linha do enxoval é da Trousseau. Na suíte, entre o quarto e o banheiro, fica a caminha do pet.

“Bem provençal, romântico, clássico. É o que as mães mais procuram para quarto de menina. Não sai de moda e é o que é mais fofo, e para as meninas em Mato Grosso as mães gostam mesmo do tradicional”, explica Mayra.
 
Princess Room

Foto: Fellipe Lima 

Também com o conceito clássico, a arquiteta Maria Eugenia compôs um quarto com tecido de linho tanto no estofado do berço quanto na poltrona. O tecido já vem impermeabilizado, e o enxoval foi desenhado pela profissional, com tons de cinza, rosa e verde menta. A cortina é da Empório do Arquiteto, com 73 botões pregados.
 
Esconderijo da Preguiça

Foto: Fellipe Lima

Quando recebeu a proposta do espaço, a arquiteta Andressa Borsato, 32, identificou as dificuldades: além de ser um quarto pequeno, ela não poderia mudar a posição do guarda roupa, porque era onde estava a copa da loja. Foi aí que ela se decidiu pelo estilo ‘tropical’, com menos móveis, sem muito excesso, e que favorece a circulação.

“Quando eu escolhi o estilo tropical a gente pensou a brasilidade, porque está muito em alta isso, inclusive é tendência nos grandes centros, e eu falei, bom, é criança, então vamos falar dos animais também, para dar um toque mais especial”, explica a arquiteta.

Segundo Andressa, outra dificuldade foi encontrar referências de animais brasileiros. “A gente ia procurar onça, só achava tigre, leopardo... sempre mais para o safári, que são africanos”. O resultado, então, foi um quarto com paleta de verdes – principalmente verde babosa – animais como onça e tucano, peças artesanais (linho, palha, trançado, macramê), papel de parede que remete ao granelite, luminária de couro, e marcenaria branca ou crua.

“O berço tem um toque de leveza, e esse estilo do desenho dele linka com o estilo mais leve, que usa quando a gente cria o tropical. Tem até uma cara de retrôzinho, que vem com essa coisa da lembrança. Tudo isso foi desenvolvido pensando em atingir esse tema, que é a brasilidade, o tropicalismo e os animais da fauna brasileira”, explica.
 
Jardim

O jardim da Baby Dreams foi projetado por um grupo de quinze profissionais da LePalier, com patrocínio da Tidelli no dia do evento. Foi alterada totalmente a cor e a vegetação. “Como a loja sempre foi ali na frente e depois fizemos esse espaço [atrás], às vezes eu tinha a sensação que quando passava a porta a pessoa se sentia indo para o fundo da casa, e não é, é a continuação da loja. E o jardim está criando um elo, ajudou na integração dos dois”, explica Mayra.
 
Ninho encantado


Foto: Fellipe Lima

O ninho encantado, que fica na parte de trás da loja, após o jardim, foi projetado pela arquiteta Marcia Baziqueto, 35, e conta com um mural da artista plástica Rubi Reolon, 27. “Minha proposta foi fazer uma homenagem aos meus três sobrinhos. Uma delas é falecida, e eu quis criar uma proposta de um lugar encantado para abrigar os três”, explica Marcia.

O espaço tem dois berços, um cor de rosa e um azul, com detalhes geométricos ao fundo e, na lateral, uma almofada com a primeira letra do nome da sobrinha da arquiteta, Melissa, e o painel de Rubi.

“A proposta do ambiente foi realmente de trazer, a partir dos elementos pictóricos, essa sensação de encanto, um ambiente de profunda conexão com a natureza, que é um dos valores que a gente acredita muito. Essa ideia é também de reforçar princípios culturais. É um ambiente que naturalmente remete a valores da cultura, da arte, e eu acredito que isso tem um papel muito importante no desenvolvimento da humanidade. Começa no berço, no ninho encantando, e dali para diante é um caminho mais fluído”, explica a artista plástica.

Para Rubi, o mural tem uma função lúdica e educacional e, mesmo que seja apagado no futuro, terá feito sua parte. “Assim como a função dela, inicialmente, é finita, o tempo de aprendizado também. Ele tem toda uma educação proposta, vai cumprir esse papel, e no momento que for a ideia inserir novos elementos na construção, vai ser natural. Eu realmente acredito no impacto que causa, e a partir do momento em que fez sentido, que construiu algo ali dentro, já fez seu papel”, disse.

Os berços do quarto foram feitos pelo fornecedor exclusivamente para a mostra, já que, naturalmente, eles são de mais de uma cor. Outra tendência é a caminha do cachorro – a Meg – que fica entre os berços e combinando com o enxoval.

“As asas, tudo que remete a anjo, é em função dessa minha sobrinha, e o restante dos elementos de ursinhos, etc, seriam para o Artur e a Mariana”, completa Marcia. Segundo a arquiteta, o convite à Rubi veio durante um curso de estamparia que fez com ela, mas a prática de trazer um artista é comum em seus projetos.
 
Quarto da Maria

Foto: Fellipe Lima

Projetado por Carol Patricio, o quarto tem o enxoval todo em tricô, para trazer sensação de aconchego. Como é um ambiente menor, a ideia é mostrar aos clientes que é possível fazer um quarto bonito com as coisas essenciais, um berço, uma cômoda e uma poltrona, e fazer um ambiente agradável e delicado.

“Os tapetes são todos personalizados, da medida que o cliente quiser, com a estampa que ele quiser, a gente consegue trazer a imagem do papel de parede para o tapete. Às vezes, se ela viu em alguma revista a gente consegue executar. Eles são todos antialérgicos também”, garante Mayra.
 
Fazendinha

Foto: Fellipe Lima

Tassia Martins projetou este espaço com a referência à fazendinha. Os móveis usados são lançamento do fornecedor, da linha ‘Nola’. A arquiteta também escolheu protetores de berço de trança, o que é uma tendência mundial, e a saia do berço com Poá.
 
Space Kids

Foto: Fellipe Lima

Para crianças maiores, o espaço das irmãs Viviane e Tatiane Sguarezi traz um quarto agregado a uma brinquedoteca, com mesinhas e cadeirinhas, parede de escalada e lousa na parede. “Como elas faziam muitas brinquedotecas, viam que aqui não tinha loja com esses móveis, com os elementos, e tinham que fazer tudo com marcenaria. A gente está trazendo essa ideia porque o cliente pode encontrar aqui na Baby Dreams a cadeirinha baixinha, a parte para as crianças desenharem, etc”, comenta Mayra.

A parte da cama é outro diferencial: uma embaixo, como um futon, para a criança deitar para brincar ou descansar durante o dia, e a parte de cima para dormir.

Serviço

BabyRoom - BabyShop
L01: Rua 24 de Outubro, 723
L02: Rua Sírio Libanesa, 91
(65) 3624-3888 / 3322-8570
(65) 99909-0017 
www.babydreamscuiaba.com.br

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Zuera Never End
    25 Set 2019 às 16:18

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Redes Sociais

Sitevip Internet