Olhar Conceito

Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias / Política Cultural

Especialista em anatomia de dinossauros vem a Cuiabá restaurar réplica e planeja construir nova

Da Redação - Isabela Mercuri

09 Out 2019 - 14:00

Foto: Radharani Kuhn

Carlos Scarpini restaurando o dinossauro Pycnonemosaurus nevesi, no Museu de História Natural Casa Dom Aquino

Carlos Scarpini restaurando o dinossauro Pycnonemosaurus nevesi, no Museu de História Natural Casa Dom Aquino

O especialista em anatomia de dinossauros Carlos Scarpini, que é formado em história e se dedica ao estudo da paleontologia há quase 30 anos, esteve em Cuiabá pela terceira vez para restaurar a réplica do dinossauro Pycnonemosaurus nevesi, exposto no museu casa dom Aquino, e planejar a construção de uma nova, para compor o espaço aberto para visitação.

Leia também:
Museu Casa Dom Aquino reabre com café, loja e exposição de máscaras indígenas Waurá
 
Carlos já criou 115 peças, e suas obras estão expostas nos principais museus e institutos de pesquisas do Brasil, como no Museu da Geodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro e na Universidade de São Paulo (USP), além de peças em acervos particulares em Portugal e no Canadá. 
 
Sua obra no Museu Dom Aquino já tem quase nove anos. Segundo ele, a construção do dinossauro levou cerca de 40 dias, além de todo o trabalho de pesquisa que durou cerca de dois meses. 
 
Para construir uma réplica, segundo ele, é necessário um trabalho minucioso, demorado e técnico que leva, em média, de dois a três meses de pesquisa para coletar todas as informações do dinossauro, muitas vezes precisando autorizações, visitas técnicas em museus e até mesmo viagens para o exterior. Só depois desse longo processo de pesquisa, a réplica é confeccionada, utilizando materiais como espuma, isopor e ferro.
 
No Brasil ainda há grande deficiência de paleo réplicas de dinossauros e, consequentemente, poucas obras expostas para a população. É por este motivo que o Museu de História Natural Casa Dom Aquino planeja a construção de mais um dinossauro para compor o espaço aberto para visitação.
 
A nova réplica terá quase 20 metros de comprimento e cerca de 3,5 metros de altura. Atualmente, ele está fase de pesquisa pelo paleoartista Carlos Scarpini, que acredita que esta é uma forma de levar conhecimento à população. "A possibilidade de ser cientista é um privilégio de poucos, mas o acesso à ciência é um direito de todos", conclui Scarpini.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet