Olhar Conceito

Notícias / Música

nacional

Cuiabá terá encontro nacional de mulheres na roda de samba com homenagem a Leci Brandão

da Redação - Isabela Mercuri

29 Out 2019 - 14:04

Foto: Divulgação

Cuiabá terá encontro nacional de mulheres na roda de samba com homenagem a Leci Brandão
O segundo ‘Encontro Nacional das Mulheres na Roda de Samba’ acontece no próximo dia 9 de novembro, sábado, a partir das 15 horas, em 28 cidades do Brasil e outros três países. Esta será a primeira edição em Cuiabá, realizada no Parque das Águas, com entrada gratuita.

Leia também:
Thiaguinho e Atitude 67 voltam a Cuiabá para 'sunset' no final da tarde de domingo
 
Todas as rodas de samba acontecerão simultaneamente, e serão transmitidas ao vivo pelo Facebook. Na capital mato-grossense participam Andrea Rosa (cavaco), as cantoras Deize Aguena, Bia Borel, Fadia Fares, Josita Priante, Juliana Grisólia (também no violão), Larissa Padilha, Sandra Regina, Rita Cassia, Mariana Borealis. Na percurssão, Bia Scaff, Camilla Ferreira, Juma Yara, Kalinca Nunes, Mônica Campos. Na produção, Liliane Nascimento e Luanda Taiana.
 
A edição de 2019 do evento terá como homenageada a sambista Leci Brandão, cantora, compositora, atriz e política brasileira. Leci começou sua carreira no início da década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da Mangueira. Já gravou 13 LPs, 8 CDs, 2 DVDs e 3 compactos, um total de 26 obras.
 
Entre 1984 e 1993, ela foi comentarista dos Desfiles das Escolas de Samba do Rio de Janeiro pela TV Globo. Foi também Conselheira da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e membro do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, permanecendo nos Conselhos por dois mandatos (2004 a 2008). É madrinha do Acadêmicos do Tatuapé, bicampeã do carnaval de São Paulo. Completou 40 anos de carreira artística em 2015 e lançou um novo trabalho, ‘Simples Assim – Leci Brandão’, em 2016, pelo qual foi premiada na categoria melhor cantora de samba na 29º edição do Prêmio da Música Brasileira.

O Encontro Nacional tem por objetivo aumentar a visibilidade e divulgar para um público mais amplo a força feminina no samba. O projeto foi idealizado pela cantora carioca Dorina, e tem como estratégias a mobilização de mulheres do mundo do samba, a ampliação de suas redes de contato e a união de suas forças.
 
“Conseguimos ampliar de 15 para 28 rodas nesta segunda edição. Acho muito bacana a adesão de novas cidades ao movimento, a exemplo de Cuiabá, e ainda teremos três países. As meninas estão trabalhando muito, se esforçando para se organizar e isso tudo é a realização de um sonho”, pontua Dorina.

Nesta edição, participam, além de Cuiabá (MT), Aracajú (SE), Belém (PA),  Belo Horizonte (MG), Juiz de Fora (MG),  Brasília (DF),  Campinas (SP), São Paulo (SP),  Curitiba (PR), Florianópolis (SC),  Fortaleza (CE),  João Pessoa (PB),  Goiânia (GO), Londrina (PR), Maceió (AL), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Maricá (RJ), Recife (PE), Salvador (BA), São Luiz (MA), Vitória (ES), São José do Rio Preto (SP), Volta Redonda (SP) e ainda na cidade argentina La Plata, Lisboa (Portugal) e Florença (Itália).

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet