Olhar Conceito

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

Notícias / Comportamento

R$9 milhões

Pedágio solidário arrecada doações para tratamento de menina de 1 ano com doença rara

da Redação - Isabela Mercuri

07 Nov 2019 - 14:00

Foto: Arquivo Pessoal

Antonella

Antonella

Um pedágio solidário acontece neste sábado (9), das 8h às 15h, em Cuiabá, para pedir doações e divulgar a campanha de financiamento coletivo do tratamento médico de Antonella Garcia Cunha Moro, de um ano e cinco meses, diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME), doença genética rara que causa fraqueza e a atrofia da musculatura. O tratamento inclui um medicamento de R$ 9 milhões, que a garota precisa tomar até os dois anos de idade.

Leia também:
Família realiza campanha para custear tratamento de R$ 9 mi de criança diagnosticada com doença rara

O pedágio acontecerá no semáforo em frente à Igreja de São Benedito (cruzamento da Avenida do CPA com o Morro da Luz). Diversas empresas da capital mato-grossense já entraram na campanha, como a barbearia Don Pablo e o Malcom Pub. Recentemente, a garotinha recebeu a visita do cantor Lucas Lucco, que realizou, também, um bazar para arrecadar fundos para o tratamento dela.

Desde que foi internada para tratar da pneumonia, em maio deste ano, Antonella se encontra na UTI (unidade de terapia intensiva) de um hospital em sua cidade natal, Blumenau (SC), respirando com ajuda de aparelhos. Com a campanha anterior e uma liminar judicial, a família conseguiu as 04 primeiras doses do Spinraza (nusinersen), único medicamento disponível no mercado até então (com prescrição de 06 doses no primeiro ano e 03 doses anuais para o resto da vida).
 
Contudo, apesar de ter tomado as 04 doses iniciais do Spinraza, Antonella não teve melhoras significativas e sequer conseguiu alta da UTI, levando a família a buscar um tratamento mais eficaz.

A mãe da bebê, Evelize Mônica Cunha, de 31 anos, conta que já tentou os mais diversos tratamentos para a filha. De acordo com ela, no dia 24 de maio deste ano, foi aprovado nos Estados Unidos o medicamento Zolgensma, que promete maiores resultados, inclusive a possibilidade de cura da doença em uma única dose por via venosa. A dose só pode ser administrada até os dois anos de idade, por isso a família corre contra o tempo para conseguir arrecadar o valor dentro de oito meses, prazo limite para que Antonella receba a medicação.

“Por favor, nos ajude a oportunizar uma vida digna e de qualidade para nossa filha! Ajude a Antonella a alcançar a cura dessa doença terrível e que MATA tantas crianças por ano. A AME é a doença genética que mais mata crianças no Brasil”, diz Evelize.



Até agora, a campanha já arrecadou mais de R$2 milhões. No entanto, ainda falta muito, e é por isso que será realizado o pedágio solidário. Quem quiser e puder ajudar no tratamento da criança também pode entrar em contato pelo Instagram da campanha ou através da “vaquinha online”.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet