Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Turismo

Artesãos realizam 'ecofeira' na recepção do Hotel Mato Grosso Águas Quentes com produtos reciclados

da Redação - Isabela Mercuri

13 Nov 2019 - 08:15

Foto: Divulgação

Artesãos realizam 'ecofeira' na recepção do Hotel Mato Grosso Águas Quentes com produtos reciclados
Artesãos da Serra de São Vicente participam, diariamente, da ‘Ecofeira Comunitária’ realizada na recepção do Hotel Mato Grosso Águas Quentes, a cerca de 85 km de Cuiabá, vendendo produtos como bolos, pães, doces, ovos caipira, farinha e biscoitos, a brinquedos sustentáveis, como bonecas de crochê, carrinhos de madeira e objetos decorativos.

Leia também:
Instituições ambientais vão ao Congresso Nacional pedir políticas de proteção ao Pantanal 

Os preços variam entre R$5 e R$200 (valor de um produto fabricado com madeira reutilizada, como uma adega de vinho), e toda a renda é revertida para os artesãos. De acordo com a assessoria, o objetivo é aumentar a renda da comunidade, atender a curiosidade dos turistas e realizar o descarte sustentável de resíduos.
 
"A feira nasceu há 5 anos, quando os gestores do local perceberam que os produtos regionais utilizados pelo hotel poderiam estar disponíveis também para os visitantes do Parque Estadual Águas Quentes, pois muitos hóspedes procuravam pelos produtos caseiros e souvenirs para levarem de recordação do hotel", explica o gestor ambiental Joab Almeida da Silva.
 
Segundo Joab, a ideia de reciclar alguns produtos, como garrafas pet, latas, vidros e papelão, e transformá-los em objetos de decoração como puffs, partiu do colaborador do hotel, Joel Gomes da Silva, que é artesão por hobby. "A destinação final de potes de vidros e garrafas também nos levou a reciclá-los".
 
O gestor conta que em Cuiabá não havia empresas de recolhimento ou reciclagem de vidro, latas e madeira residual. Por este motivo, os resíduos acabavam sendo descartados como rejeitos comuns. Moradores e funcionários do hotel, então, passaram a recolher latas e vidros, que, após o processo de higienização, são transformados em copos, jogos de sobremesa e até saladeira. 
 
"Outros potes de vidros são doados para as doceiras da comunidade, que fabricam saborosos doces caseiros para serem consumidos no hotel e também disponibilizados na ecofeira", completa. 
 
Outras peças fabricadas são brinquedos e peças decorativas, feitas de sobras de madeira da manutenção predial do hotel, o que substitui o plástico e desperta a consciência ecológica.
 
"Além de gerar renda e o sustento de muitas famílias, a feira aumenta a autoestima dos moradores, que ficam muito felizes e mais motivados ao terem seus produtos expostos em um local que recebe visitas de turistas do mundo inteiro", destaca a responsável pela organização e vendas da feira, artesã e confeiteira Renata de Lima Gonçalves Pereira.
 
Agora, os idealizadores começam a pensar em oferecer cursos aos moradores das comunidades vizinhas para aprenderem a transformar lixo em produto de valor comercial.
 
O Hotel Mato Grosso Águas Quentes está localizado no km 77 da BR-364, na Serra de São Vicente, em Santo Antônio do Leverger. Mais informações no SITE.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sandro
    13 Nov 2019 às 19:20

    Por esses motivos que eu acredito que a transformação social e a sustentabilidade podem ser possíveis com a ajuda gestores com visão humanizada.

  • xomano
    13 Nov 2019 às 13:23

    Caro e velho

Redes Sociais

Sitevip Internet