Olhar Conceito

Quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Notícias / Religiosidade

época de festas

Complexo Hospitalar de Cuiabá reinaugura auditório com missa e apresentação do Coral

da Redação - Isabela Mercuri

17 Dez 2019 - 16:50

Foto: da Assessoria

Complexo Hospitalar de Cuiabá reinaugura auditório com missa e apresentação do Coral
Uma tradicional missa de Natal foi realizada no Complexo Hospitalar de Cuiabá na última quinta-feira (12), durante a reinauguração do auditório do local. A cerimônia foi conduzida pelo padre Elilzo Marques de Oliveira, da Paróquia São João Bosco, e contou com a presença de diretores, colaboradores e clientes da unidade.

Leia também:
Museu de Arte Sacra realiza 'Natal de Luz' com missa, oficinas, exposições e apresentações culturais

“Com a graça de Deus, realizamos a nossa missa de Natal, a última do ano, e tivemos a apresentação do nosso coral na reinauguração do nosso auditório, que foi modernizado para melhor atender às demandas do hospital”, afirmou a diretora-presidente do Complexo Hospitalar de Cuiabá, a médica Elê Maria Kuhn.

O Coral do Complexo Hospitalar, composto por 11 colaboradores de vários departamentos do hospital, realizou uma apresentação ao final da missa. O grupo existe desde o mês de agosto, e conta com o apoio de um profissional do canto, que ensaia uma vez por semana ensinando técnicas vocais.

"Nós estamos muito felizes por ter essa oportunidade de participar do coral. Estávamos bastante ansiosos por causa dessa apresentação, mas é normal ficar nervoso ao se apresentar diante dos colegas e da diretoria do hospital, que nos dá total apoio. Estamos felizes por ter dado tudo certo", conta a técnica de Segurança do Trabalho, Maria Eunice Farias.

No dia 12 de dezembro é celebrado o ‘dia de Nossa Senhora de Guadalupe’. Conta a história que em 9 de dezembro de 1531, em um lugar chamado Tepeyac, a Virgem apareceu pela primeira vez ao índio Juan Diego pedindo que ele solicitasse ao bispo, o franciscano Juan de Zumárraga, a construção de uma igreja naquele local.

O bispo não aceitou, e pediu provas concretas da aparição. Então, a Virgem pediu que Juan Diego subisse ao topo da colina de Tepeyac para colher flores e apresentasse ao bispo. Mesmo sendo inverno na região, Juan Diego colheu muitas flores e, diante do bispo, abriu sua “tilma” e deixou-as cair. No tecido, apareceu a imagem da Virgem de Guadalupe, uma das maiores devoções marianas do México.

De acordo com o padre Elilzo, durante a homilia na missa, o pedido para construção da igreja era “para que a Virgem pudesse mostrar o seu amor e proteção maternal aos seus filhos amados”.

“O Natal é tempo de esperança. É uma época em que as pessoas acabam dando mais importância ao relacionamento humano, ao próximo. A missa é para trazer a mensagem do Menino Jesus, mas também para confraternizar”, reforçou o padre.

Ao final da missa, Elê Maria Kuhn aproveitou para deixar uma mensagem a todos os pacientes e colaboradores. “Como estamos nos aproximando do Natal, época em que os espíritos ficam mais harmônicos, aproveito para desejar um feliz Natal a todos e que o ano de 2020 seja melhor, que as esperanças se renovem e que a força se junte a todos nós para construirmos um mundo melhor".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet