Olhar Conceito

Quarta-feira, 05 de agosto de 2020

Notícias / Artes visuais

Nove artistas de MT são selecionados para Bienal em São Paulo

da Redação - Isabela Mercuri

06 Jan 2020 - 11:00

Foto: Reprodução / G1

Bienal em 2018

Bienal em 2018

Nove artistas de Cuiabá estão entre os selecionados para integrar a 15ª Bienal Naïfs do Brasil, que acontece em Piracicaba, São Paulo, em agosto de 2020. A mostra tem curadoria de Ana Avelar e Renata Felinto e, no total, serão 212 obras de 125 artistas, representando 21 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

Leia também:
Prêmio de Fotografia tem inscrições abertas e vai pagar R$30 mil a vencedores

As inscrições aconteceram entre 17 de setembro e 17 de novembro de 2019. Foram 980 obras inscritas, de 530 artistas, naturais dos 26 estados e o Distrito Federal. A bienal nasceu das mostras anuais realizadas pelo Sesc Piracicaba de 1986 a 1991, e teve a sua primeira edição em 1992, na mesma cidade.

“Naïf é um termo de origem francesa, derivado do latim nativus. Sugere algo natural, ingênuo, espontâneo, tendo sido utilizado originalmente no campo das artes para descrever a pintura e as propostas do artista modernista francês Henri Rousseau (1844-1910). A adoção do termo pela Bienal, no plural e desvinculado da palavra "arte", evidencia seu foco no artista e em suas manifestações diversas e múltiplas, deixando em aberto os possíveis significados e características do que é ser naïf”, explica o site oficial.

A seleção dos artistas acontece tanto por edital aberto quanto por convite, a partir da formação de uma comissão de curadores, artistas e pesquisadores. O objetivo principal da mostra é incentivar a produção artística popular e oferecer espaços para sua apreciação, além de estimular o pensamento crítico a seu respeito.

Veja os artistas e obras de Cuiabá:

Adão Domiciano – Colheita do Café; Doce Infância
Albina Santos – Rasqueado Cuiabano; A Tourada no Pantanal
Toninho Guimarães – Ponte quebra sobre o rio duas onça espera acima Um Senhor na dúvida para prosseguir a caminho; A viola de cocho: instrumento típico de Cuiabá
Benedito Silva – Festa cuiabana; Pé de Viola de Cocho
Rimaro – Povos unidos e acolhedor; Derrubando muros
Olímpio Bezerra – Casamento Forçado; Tarde de domingo
Ruth Albernaz – Caminhada Noturna; Paisagem aquática do Pantanal
Valdivino Miranda – A procissão; A aldeia
Wander Carlos – Siriri em Piracicaba; Rio Cuiabá

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet