Olhar Conceito

Sábado, 26 de setembro de 2020

Notícias / TV

Em negociação com time de MT, Bruno será retratado em série sobre feminicídio de Eliza Samudio

da Redação - Isabela Mercuri

09 Jan 2020 - 17:01

Foto: Reprodução / Ilustração

Em negociação com time de MT, Bruno será retratado em série sobre feminicídio de Eliza Samudio
Mesmo com muita polêmica, o Operário de Várzea Grande não voltou atrás, e aguarda apenas a liberação da justiça de Minas Gerais para contratar o goleiro Bruno. Neste meio tempo, ele – que foi condenado a mais de vinte anos de prisão por feminicídio – terá sua história contada em uma série da Globo Play dirigida por Amora Mautner.

Leia também:
Após especulações, Operário de Várzea Grande confirma contratação do goleiro Bruno

A diretora disse à Uol que o projeto será escrito por Lucas Paraíso, que fez ‘Sob Pressão’  e pela cineasta Gabriela Amaral. A série é baseada no livro ‘Indefensável – O Goleiro Bruno e a História da Morte de Eliza Samudio’, editado pela Record. A ideia da Globo é fazer diversas séries sobre crimes já solucionados pela justiça – outro anunciado recentemente é o ‘Caso Evandro’.

Bruno deve vir em breve para Várzea Grande. Em 2017, após deixar o presídio, ele atuou no Boa Esporte Clube. Entretanto, teve a decisão que concedia liberdade revogada pelo Supremo Tribunal Federal. Caso volte mesmo aos gramados, ele deverá jogar no campeonato Mato-Grossense, Copa do Brasil, Copa Verde e a Série D.

Bruno ficou nove anos preso pela morte de Eliza Samudio e deixou a prisão em julho de 2019, após conseguir na Justiça a progressão de regime para o semiaberto. Em agosto de 2019 ele assinou contrato com o Poços de Caldas F.C., porém deixou o clube dois meses depois.

Sites nacionais haviam divulgado que o goleiro Bruno estaria agora negociando com alguns times, inclusive um de Mato Grosso. O Cuiabá Esporte Clube divulgou uma nota em seu perfil no Instagram desmentindo a situação. Conforme o supervisor de futebol, as negociações sempre ocorreram com o clube de Várzea Grande. 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet