Olhar Conceito

Sábado, 26 de setembro de 2020

Notícias / Turismo

Após desistência da empresa responsável, ‘Cais do Porto’ não tem data para ser entregue

da Redação - Isabela Mercuri

15 Jan 2020 - 17:00

Foto: Divulgação

Após desistência da empresa responsável, ‘Cais do Porto’ não tem data para ser entregue
A obra de ‘Requalificação do Cais do Porto’, localizado na margem esquerda do Rio Cuiabá, que deveria ter sido entregue em maio de 2019, ainda não tem data para começar. Há cerca de oito meses, ela foi paralizada após um erro no cálculo estrutural. Depois disso, a empresa responsável desistiu do contrato. Agora, deve ser realizado novo processo licitatório.

Leia também:
Após quatro anos fechado, Aquário Municipal deve ser entregue nos 301 anos de Cuiabá

Construído originalmente na década de 60, durante o governo de Pedro Pedrossian, o cais foi desativado há algumas décadas. Agora, a ideia era aproveitar a estrutura existente dando uso eficiente à estrutura subutilizada. Ao todo, a obra estava orçada em R$ 2.416.756,96 milhões, sendo que R$ 2.352.915,02 viriam do Ministério do Turismo, e R$63.842,36 da Prefeitura de Cuiabá.
 
A empresa vencedora da licitação foi a X Nova Fronteira Construtora Ltda. EPP, e a Secretaria Municipal de Obras Públicas era a responsável pelo acompanhamento dos serviços de engenharia e execução. A empresa, no entanto, desistiu do contrato e, como ela foi a única a apresentar proposta, não havia segundo colocado.
 
A elaboração do projeto foi do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU), e tem como objetivo a sensibilização ambiental, valorização da história regional e da cultura cuiabana por meio da ocupação recreativa da estrutura do Cais do Porto.

Este projeto do cais tem três níveis, sendo um mirante no piso superior e deck no inferior. Além também da construção do pavimento térreo, área de convívio com dois ambientes para atividades culturais bem como área de suporte administrativo, copa e sanitários.
 
Agora, impedida de seguir com os procedimentos, a Secretaria de Obras Públicas terá que realizar um novo processo licitatório para dar andamento na obra. Segundo a assessoria, o processo está sendo novamente construído em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Leia a íntegra da nota:
 
Em relação à demanda do Cais do Porto, a Prefeitura de Cuiabá informa que:

- A licitação para execução de obra foi vencida pela empresa X Nova Fronteira, que posteriormente desistiu do contrato.
- Na concorrência pública, a X Nova Fronteira foi a única a apresentar proposta, não havendo, portanto, uma segunda colocada.
- Dessa forma, a Secretaria de Obras Públicas ficou impossibilitada de seguir os procedimentos da Lei 8.666/93 e convocar, de imediato, uma nova empresa.
- Sendo assim, a Secretaria terá que realizar um novo processo licitatório para dar andamento na obra.
- Esse processo já está sendo novamente construído em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet