Olhar Conceito

Sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Notícias / Dr. Elson Adorno - Cirurgia Plástica

Toxina botulínica prevenindo as linhas de expressões

Dr Elson Adorno

18 Mar 2020 - 09:23

Foto: Reprodução

Toxina botulínica prevenindo as linhas de expressões
Quando aplicamos a toxina em uma paciente mais jovem, com a pele ainda intacta, sem rugas “definitivas” por lesões profundas na derme. O intuito é evitar dobras nos mesmos lugares que gerem vincos profundos. Mas a aplicação não é somente preventiva. Ela é também terapêutica. Essa busca precoce pelo tratamento com a toxina é um protocolo cada vez mais comum entre os jovens e deve-se aos efeitos da substância de bloquear os movimentos musculares na face, evitando a formação das rugas. Dessa forma, em vez de ser usada para reduzir as marcas de expressão, ela tem sido usada para prevenir seu aparecimento.

Leia também:
Cirurgião plástico explica como aumentar a libido com preenchimento do ponto G

Essa opção é bastante indicada para pessoas que fazem muitos movimentos faciais para se expressar e também para aquelas que têm maior predisposição genética às rugas.

A toxina botulínica preventivo, em geral, é iniciado aos 25 anos, que é quando a produção de substâncias importantes à saúde e elasticidade da pele se reduz. No entanto, é importante consultar um cirurgião plástico para avaliar o quadro e indicar o tratamento mais eficaz aos problemas identificados. Cada um envelhece de uma forma e demonstra as primeiras rugas em pontos diferentes da face. Ressaltemos também que cada vez mais a beleza está vinculada à naturalidade, e qualquer excesso precoce pode resultar em efeitos plastificados indesejados, resultando em efeito contrário ao desejado inicialmente. Sempre procure por profissionais que priorizam a naturalidade em seus protocolos preventivos ou até mesmo de tratamento.

*Elson Adorno é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e em Cirurgia Plástica pelo MEC, preceptor do Programa de Residência Médica De Cirurgia Plástica do Hospital de Base de Rondônia, docente do curso de medicina do UNIVAG, diretor e coordenador do curso Advanced Trauma Life Support-ATLS, Núcleo Campo Grande/Cuiabá; instrutor do curso Pré Hospital Trauma Life Support, Núcleo Campo Grande; instrutor do curso Disaster Management and Emergency Preparedness Course- DMEP, Núcleo USP/HC-São Paulo e Instrutor do Curso Nacional de Normatização de Atendimento ao Queimado-CNNAQ. (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Raisa
    19 Mar 2020 às 08:43

    Essa pontuação do primeiro parágrafo está péssimo.

  • Coronário
    18 Mar 2020 às 13:31

    Falta bom senso para quem faz este tipo de propaganda neste momento !

  • rosany soares frança
    18 Mar 2020 às 09:41

    aonde faço essa aplicação e o valor 992789529

Redes Sociais

Sitevip Internet