Olhar Conceito

Sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias / Cinema

Veja quais espetáculos estarão disponíveis online gratuitamente pelo Cine Teatro

Da Redação - José Lucas Salvani

25 Mar 2020 - 16:33

Foto: Reprodução

Veja quais espetáculos estarão disponíveis online gratuitamente pelo Cine Teatro
O Cine Teatro Cuiabá, em razão ao novo coronavírus, divulgou na segunda-feira (25) que estará com uma programação gratuita e online até o próximo dia 29. Todo o conteúdo está sendo divulgado no canal do YouTube do Cine ao longo dos dias, e alguns espetáculos e filmes já estão disponíveis. O equipamento cultural também se dispôs a oferecer espaço para a gravação de novos conteúdos aos artistas interessados. 

Leia mais:
Cine Teatro disponibiliza programação online com produções regionais e nacionais

Entre as produções já liberadas, estão o espetáculo “Fica Pedro”, do Cena Onze, três filmes de Danielle Bertolini, “Águas Encantadas do Pantanal”, “Filhos da Lua na Terra do Sol” e “Muses Et Femmes”. Já nesta quarta-feira (25), será disponibilizado “Sarah Mitch: A Última Dança”, enquanto na quinta-feira (26) “Caixa de Brinquedos” e na sexta-feira (27) “Pessoas Brutas”, da Cia de Teatro Os Satyros.

Por enquanto, a programação contempla opções até o dia 29 de março, gratuitamente. Mas a proposta é manter o conteúdo online até a reabertura física do espaço. “Nosso objetivo é contribuir de forma positiva nesse momento tão sensível para toda a população", destaca o diretor artístico do Cine Teatro Cuiabá, Flávio Ferreira.

Ele explica que os artistas interessados em divulgar o trabalho nas redes sociais do Cine Teatro podem entrar em contato e agendar a participação. Além disso, quem precisar gravar o material, poderá contar com os serviços dos técnicos de luz e som do espaço cultural.

Confira a programação completa e sinopse dos espetáculos e filmes:

Já disponível – Fica Pedro (Cena Onze, classificação 14 anos). Um dos grandes nomes da história mato-grossense, Dom Pedro Casaldáliga, é tema do espetáculo que conta a história de dedicação, determinação e amor ao próximo de Dom Pedro Casaldáliga. 

Já disponível – "Águas Encantadas do Pantanal" (2001, 42 min). O documentário apresenta histórias do imaginário pantaneiro contadas por habitantes da região da Baía de Chacororé-MT. O projeto foi inspirado na tese de doutorado do prof. Mario Cezar Silva Leite, defendida na PUC-SP.

Já disponível –  "Filhos da Lua na Terra do Sol" (2016, 16min). Trata de forma poética a relação entre pessoas albinas e o sol de Cuiabá, considerada uma das cidades mais quentes do Brasil. O curta foi o vencedor da etapa Mato Grosso da Mostra Sesc de Cinema de 2017. O curta também foi exibido em mais de 20 festivais e mostras no Brasil e exterior, além de ter sido licenciado para o canal CineBrasilTV e VOD.

Já disponível – "Muses Et Femmes" (2017, 5 min). concebido na Residência Criativa Espírito Mundo, que aconteceu durante o Cine Fest Luso Mundo, encontro audiovisual realizado em Bruxelas (Bélgica) em 2017, o conceito e a produção do curta foram resultado de uma experiência coletiva entre artistas que viviam em Bruxelas.

25/03 – "Sarah Mitch: A Última Dança" (Classificação 12 anos). show com referências internacionais na  concepção de banda, dançarinos, backing vocais, coreografias, iluminação, participações especiais e mais de 8 trocas de figurinos. O show é todo cantado ao vivo e passa por temas como: política, funk, cabaré e dance music. Suas principais influências são Madonna, Lady Gaga e Beyoncé.

26/03 – "Caixa de Brinquedos" (Classificação Livre). Banda Infantojuvenil que faz show com muita estória, alegria, brincadeiras e animação!

27/03 – "Pessoas Brutas" – Cia de Teatro Os Satyros (Classificação 14 anos). A partir do sequestro da filha de um doleiro denunciado na Operação Lava Jato, os destinos de vários personagens anônimos de São Paulo se cruzam, em uma teia de relações violentas onde buscam desesperadamente figuras heróicas para resgatar suas vidas desesperançadas.

28/03 – "Onde o vento faz a curva" – Caixa Preta de Teatro (Classificação 12 anos). Dentro do universo da cultura popular, utilizando-se do gênero poético infantil e da linguagem do circo popular e do teatro mambembe, o espetáculo narra a história de uma menina e de um menino solitários, que procuravam por companhia. Até o dia em que o vento deu um nó no tempo e tudo mudou de lugar!

29/03 – Telas do artista plástico Adriano Figueiredo.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Dudu
    25 Mar 2020 às 16:54

    Nossa, vai congestionar a internet de tanta gente que vai assistir!!

Redes Sociais

Sitevip Internet