Olhar Conceito

Quinta-feira, 02 de julho de 2020

Notícias / Cinema

Série de diretor de Mato Grosso gravada em Chapada estreia na Amazon Prime

Da Redação - Isabela Mercuri

30 Mar 2020 - 14:00

Foto: Mario Friedlander

Série de diretor de Mato Grosso gravada em Chapada estreia na Amazon Prime
A série Insustentáveis, do diretor mato-grossense Perseu Azul, estreou na Amazon Prime, plataforma que concorre de igual para igual com as gigantes do vídeo on demand (VoD) no mundo. A produção, de comédia, tem 13 episódios de 26 minutos cada, e foi toda gravada em Chapada dos Guimarães em 2018.

Leia também:
Após voltar da Europa, cineasta cuiabano é internado na UTI com problemas no pulmão
 
A produção é da Cérberos Filmes, em co-produção com a Vermelho Filmes, e tem direção de Perseu Azul, Fernanda De Capua e Jack Scarpelli (também responsáveis pelo roteiro da série, juntos com Thiago Dottori). A série foi inspirada em diversas histórias de comunidades alternativas e intencionais que existem no Brasil e no mundo.
 
O roteiro mostra dois improváveis membros que chegam a uma comunidade alternativa no interior de Mato Grosso: Luísa, fugindo de um enorme vexame protagonizado ao vivo num famoso reality show, e o namorado Caio, publicitário. “Caio nunca superou um amor de infância pela amiga Kris, autoritária porém amável fundadora da comunidade, casada com Tonho, um eco terrorista apaixonado pelas antas. Junto com outros quatro peculiares integrantes, essa comunidade tem o desafio de lidar com suas diferenças, numa intensa convivência, quase sempre insustentável”, diz a sinopse.
 
A estreia é um marco para o audiovisual mato-grossense, já que o conteúdo está, agora, ao lado de títulos consagrados no Brasil e no mundo, como “The Office”, “Dr. House”, “The Boys”, “Two and a Half Man” e “Supernatural”.
 
De acordo com a assessoria, o contato com a plataforma aconteceu através da O2 Filmes (de “Ensaio Sobre a Cegueira” e “Cidade de Deus”, entre outros), que fechou um contrato de exclusividade de distribuição da série após negociação iniciada em uma rodada de negócios realizada pelo Sebrae Cuiabá em 2019.
 
A realização da série foi possível com investimento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), que é uma fonte de financiamento alimentada por contribuição tributária paga unicamente por empresas do setor audiovisual.
 
Perseu Azul Safi Leal nasceu em 1986 e teve seu primeiro contato com a produção audiovisual aos 17 anos, quando cursou a disciplina de Video Production na Battle Mountain High School, em Vail, no Colorado, EUA.
 
O diretor manteve contato amador com o cinema durante a juventude, formou-se em Direito e Comércio Exterior, depois abriu a produtora de audiovisual Cérberos Filmes e se profissionalizou. Em seis anos de produtora escreveu, produziu e dirigiu: “Com Trato Musical”, série documental para web, em três episódios de 15 minutos; “O Muro”, série documental para TV, em cinco episódios de 26 minutos, financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA); e “Insustentáveis”, série ficcional para TV, em 13 episódios de 26 minutos, também financiada pelo FSA e disponível na Amazon Prime Video. Além disso, foi contemplado com o prêmio de desenvolvimento da Secretaria de Cultura do Estado do Mato Grosso com o roteiro do longa ficcional intitulado “Império de Sorvete” e também selecionado para o laboratório da ANCINE com o roteiro do longa ficcional “As Cigarras”.

Temporada de Filmes Online
 
As produções de Perseu Azul também serão as exibidas a partir desta terça-feira (31) na Temporada de Filmes Online do Cine Teatro de Cuiabá e do Cineclube Coxiponés. A temporada foi organizada em substituição à programação presencial, cancelada em decorrência das medidas de contenção e prevenção da COVID-19.
 
Para acessar os filmes e saber mais sobre o restante da programação, acesse facebook.com/cineteatrocuiaba. Os curtas de Perseu Azul estarão disponíveis a partir das 19h30 de 31 de março.
 
Programação:
 
 “O fim do Mundo em Único Ato” (Perseu Azul, 2011, 10’) promove um mergulho no universo criativo do vigilante sanitário, músico e mistério do planeta, Djalma Barros.
 
“Rios de América” (Cérberos Filmes, 2012, 11’) apresenta um relato sobre como um rio pode mudar uma pessoa, a partir de arquivos de remadores de diferentes lugares.
 
“Com Trato Musical: Cuiabá” (Cérberos Filmes, 2013, 21’) apresenta um mosaico sobre os músicos de bares de Cuiabá e seus conflitos no trabalho, onde a música autoral fica em segundo plano, tendo que competir com covers consagrados, clientes chatos e cerveja gelada. Já em “Com Trato Musical: Sinop” (Cérbero Filmes, 2013, 15’), o universo apresentado envolve os músicos de bares de Sinop.
 
Data: A partir das 19h30 de terça-feira, 31 de março de 2020.
Local: facebook.com/cineteatrocuiaba
Classificação indicativa: livre (exceto “Insustentáveis”, com classificação 16 anos)
Mais informações pelo email: pautacineteatrocuiaba@gmail.com

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet