Olhar Conceito

Notícias / Tecnologia

Colégio Notre Dame une-se à UFMT na confecção de máscaras e entregará mil até sexta-feira

Da Redação - Isabela Mercuri

02 Abr 2020 - 09:05

Foto: Divulgação

Colégio Notre Dame une-se à UFMT na confecção de máscaras e entregará mil até sexta-feira
O Colégio Notre Dame de Lourdes de Cuiabá começou, na última quarta-feira (1) a cortar acrílico na cortadora laser da ‘Sala Maker’ da escola, para ajudar na confecção de protetores faciais a serem doados a profissionais da área da saúde que estão na linha de frente no combate ao novo coronavírus (COVID-19). O objetivo é contribuir para a produção de mil unidades até sexta-feira (3).

Leia também:
Laboratório da UFMT faz impressão 3D de máscaras para profissionais na ‘linha de frente’ contra o coronavírus

O projeto é uma parceria entre a UFMT, a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Fundação Uniselva, Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM/UFMT), Hospital Geral Universitário (HGU/UNIC) e o Conselho Regional de Medicina (CRM), que fará a distribuição dos protetores.

As máscaras são finalizadas no Departamento de Arquitetura da UFMT, sob a coordenação do professor Maurício OIiveira. No Colégio, o material cortado é chapa de acrílico 4mm, podendo ser transparente ou opaca.

Na última terça-feira (31), as professoras Marina Lara (de Ensino Religioso do Ensino Médio) e Lilian Moreal acompanharam o professor Maurício Oliveira em uma visita à Sala Maker pra avaliar as possibilidades de produção. “Fizemos um protótipo, um modelo de como o protetor ficaria, e vimos que será possível auxiliarmos nos cortes das chapas de acrílico. Calculamos que podemos fazer de 300 a 400 cortes por dia, enquanto a outra equipe já trabalha firme na UFMT”, informa Marina.

Em 2018, o Colégio Notre Dame de Lourdes enviou um grupo de professores para São Paulo, onde eles participaram de uma formação maker, em que aprenderam a manusear os equipamentos 3D.

O projeto desenvolvido pelo professor Maurício Oliveira (fab.Lab) foi inspiração para que a escola oferecesse a máquina para contribuir no recorte do acrílico para a confecção dos protetores.

“Enquanto preparava uma aula sobre o papel de Jeanne Emilie de Villeneuve, hoje Santa Emilie, na epidemia de cólera que atingiu Castres em 1854, comecei a me perguntar no que consistia o papel da escola enquanto comunidade educativa no meio desta pandemia de COVID-19”, relata Marina Lara.

Para a diretora do Colégio Notre Dame de Lourdes, Irmã Marluce Almeida, a instituição acolheu esta proposta como um presente. “Nós compreendemos que a nossa proposta filosófica é uma proposta humanitária e nos sentimos muito felizes em poder participar desta iniciativa e de alguma maneira estar junto dessa equipe de frente. É um gesto que simboliza dizer para os profissionais da saúde que estamos com eles, que eles recebam o nosso carinho, a nossa solidariedade e a nossa oração”.

O projeto recebe doação de material por meio do Edital Nº 06/2020 - Doação de recursos, materiais/produtos, bens e/ou serviços para ações extensão de enfrentamento ao Covid-19 da Universidade Federal de Mato Grosso.  Quem puder contribuir poderá entrar em contato pelos e-mails profmarinalara@gmail.com e oliveiramauricio@gmail.com.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • socó baleado
    02 Abr 2020 às 12:45

    parece utopia para escolas publicas terem laboratórios tecnológicos, isso sim faz a diferença para o nosso futuro!

  • Thenquini
    02 Abr 2020 às 11:25

    Parabéns à escola notre dame pela iniciativa. Que os responsáveis na seduc mt e os legisladores da assembleia de mt implementem no futuro próximo está iniciativa nas escolas do estado.

  • lima
    02 Abr 2020 às 10:56

    Ola bom dia, sou servidora no HPSMc, por favor, forneça para equipe de enfermagem, somos linha de frente nos cuidados dos pacientes, infelizmente estamos expostos ao risco não apenas de contagio mas tbm de vincular para outros pctes e nossos familiares, já passou da ora de se buscar alternativas, não basta apenas proteger uma classe ou outra, todos precisamos, o PS esta se preparando para ser referencia, porem ser ficarmos doente quem cuidara dos doentes, prefiro nao voltar para casa, me isolar a ter que levar para casa e adoecer mha mae idosa com mts comorbidades. Não demorem ja temos caso ou sera tarde de mais.

Redes Sociais

Sitevip Internet