Olhar Conceito

Terça-feira, 22 de setembro de 2020

Notícias / Música

Após unir lambadão e eletrônico, músico participa de concurso para gravar álbum pela Sony em Portugal

Da Redação - Isabela Mercuri

27 Abr 2020 - 09:55

Foto: Camila Brandão

Após unir lambadão e eletrônico, músico participa de concurso para gravar álbum pela Sony em Portugal
Lucas Brandão nasceu em Brasília, mas no início dos anos 90 mudou-se para Mato Grosso, onde ficou por vários anos e produziu grande parte de sua carreira artística. Há quase cinco anos, foi embora para Portugal, onde continuou trabalhando com as sonoridades cuiabanas. Agora, participa de um concurso e precisa de votos para gravar um álbum pela Sony Music.

Leia também:
Secretaria divulga projetos selecionados para festival; artistas receberão de R$700 a R$2 mil
 
O artista participa do concurso com um videoclipe da música ‘Caboclo Alfacinha’, que conta sua vida como imigrante na capital portuguesa. O concurso EPD – Live Bands – Portugal também possibilitará ao vencedor se apresentar em festivais em Portugal e Espanha.


 
"Nessa primeira fase do concurso serão selecionados os dez artistas mais votados no site, então estou fazendo campanha nas mídias sociais, pedindo ajuda para a família, para os amigos e para as pessoas que gostam do meu trabalho. Até porque é fácil votar, dá pra fazer login com o facebook", enfatiza o artista.
 
História
 
Lucas viveu dez anos em Cuiabá, e neste tempo foi o ‘Incrível Magro de Bigodes’ na dupla com Billy Brown, produtor cultural na .underlab e no Grito Rock, e critou conteúdos audiovisuais para plataformas digitais. "Há uma série de vídeos de um quadro chamado Magro Responde, que eu fazia junto com Gabriel Barros e o Daniel Soares, do blog factóide. Isso foi em 2010. Já fazia vídeos para internet muito antes do youtube existir", brinca.
 
Em Portugal, Lucas aprofundou-se na pesquisa sobre a música da beira do rio Cuiabá e inventou o prof. Capivara, seu projeto artístico a solo. Em 2017, gravou o EP First Lessons to the class para apresentá-lo como trabalho de conclusão do curso de áudio na  WORLD ACADEMY: uma rapsódia por sobre as sonoridades ribeirinhas da baixada cuiabana. Em 2019, editou o segundo EP Lambadão meets synth onde pretende unir o lambadão cuiabano às estéticas da música eletrônica e do rock. Ambos os trabalhos estão disponíveis no Youtube Music e também no Spotify.
 
 Serviço
 
Para votar acesse AQUI
Spotify / Facebook

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet