Olhar Conceito

Quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Notícias / Cinema

Nova produção da MT Queer aborda relacionamento abusivo e transfobia no meio LGBT

Da Redação - Isabela Mercuri

01 Ago 2020 - 14:15

Foto: Divulgação

Nova produção da MT Queer aborda relacionamento abusivo e transfobia no meio LGBT
Cumprindo sua promessa de lançar um trabalho por mês até o final de 2020 e bater um milhão de visualizações no canal do Youtube, a MT Queer publicou, na última sexta-feira (31), a nova minissérie “Amor de verão”. A produção audiovisual aborda temas como relacionamento abusivo e transfobia no meio LGBT.

Leia também:
Coletivo negro ‘Quariterê’ traz oito curtas à Temporada de Filmes Online desta semana
 
De acordo com a assessoria, a série explora as belezas naturais da comunidade rural de João Carro no município de Chapada dos Guimarães. Na história, Thiago é um jovem da cidade, assumido, bem resolvido e que teve o apoio da família e amigos ao se assumir homossexual.
 
Durante uma expedição com amigos pela zona rural, ele acaba se interessando pelo Luiz, que é guia de turismo da região. Os dois se relacionam e vivem um “amor de verão”. “Pra mim a minissérie e muito importante e deve ser de interesse público por abordar questões da nossa sociedade, preconceitos sofridos no nosso dia a dia e por evidenciar que temos muito o que melhorar como comunidade que luta por igualdade e equidade”, afirma Deivi Leão, que interpreta Luiz.
 
Edy Lima, ator que interpreta Tiago, afirma que a principal mensagem que deixa é que nunca é tarde para viver um grande amor e que podemos recomeçar quantas vezes for preciso.
 
A trilha sonora da minissérie ficou por conta do cantor e ator Piettro e do músico Wellington Berê. Já o figurino teve o apoio da designer de moda Jane Klitzke.
 
Site
 
Além da minissérie, o MT Queer apresenta uma nova plataforma de venda de produtos exclusivos para o público LGBTQI+. “Essa foi a maneira que nós encontramos para financiar as produções e os gastos que temos como: locomoção e alimentação do grupo”, afirmou o diretor de produção Elton Martins.
 
Além das camisetas, o púbico poderá conhecer melhor o coletivo e ficar por dentro de todas novidades, minisséries, curtas e longas metragens que estarão disponíveis na plataforma.
 
Com quase 800 mil visualizações no Youtube e chegando à marca de 10 mil inscritos no canal, o MT Queer pretende lançar um trabalho por mês até o final do ano e bater 1 milhão de visualizações.
 
“Nosso objetivo é mostrar para toda população que somos unidos e fortes, lutando cada dia para superar nossos desafios e preconceitos, pretendemos ser o maior canal do Brasil nesse seguimento e temos a certeza que com nosso trabalho chegaremos lá”, afirma o diretor.

Assista à série AQUI.

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Deisy
    03 Ago 2020 às 14:13

    Parabéns à comunidade LGBTIPNXYTSPAPK

  • junior cesar
    03 Ago 2020 às 11:56

    queer MT...? bem resolvido? como? está tudo errado!!! essas atitudes de querer enfiar goela abaixo as preferências sexuais de cada cidadão ou cidadã...vejo que isso está contumaz a ponto de uma provocação...o que gera desconforto...cada um na sua, faça o que quiser mas pare de propaganda de algo que a propria biologia mostra e que é irrefutável....o respeito tem de ser patente a toda ordem....o que não acontece quando vemos uma matéria dessa com meias palavras subliminares como se fosse tudo mil maravilhas....pára vai...

  • Bainho
    03 Ago 2020 às 10:52

    Que merda heim? Tanto assunto para se tratar num Mato Grosso tão rico em matas, lavouras, criações, pantanal, serras, cerrados, rios, lagos, geografia, história, produção rural, indígenas, cidades, navegação fluvial, etc, vão falar de LGBT?

  • Lílian
    02 Ago 2020 às 00:35

    Que atraso esse assunto

  • Julio
    01 Ago 2020 às 23:47

    De quem é a reportagem? Tinha que ser essa Isabela Mercury mesmo....

  • Anderson
    01 Ago 2020 às 23:41

    Lamentável sem palavras palhaçada

  • Ozzy
    01 Ago 2020 às 22:04

    Vão lutar até cansar, em vão!

  • Zeca
    01 Ago 2020 às 21:19

    Vixe, está repreendido.

  • Bolsonaro
    01 Ago 2020 às 20:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Guerreiro
    01 Ago 2020 às 18:30

    Como é boom ver nossos jovens produzindo conteúdo ?????

Redes Sociais

Sitevip Internet