Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Cinema

Temporada de Filmes online traz homenagem a Evandro Birello, morto pela Covid-19

Da Redação - Isabela Mercuri

18 Ago 2020 - 10:02

Foto: Divulgação

O amor e a bagunça da casa

O amor e a bagunça da casa

A ‘Temporada de Filmes Online’ desta semana vai seis curta metragens produzidos por Evandro Birello na década de 2000. Formado em comunicação social (com habilitação em Radialismo) pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e especialista em Cinema & Audiovisual pela UNIC, ele faleceu em decorrência da Covid-19 na última semana.

Leia também:
Filme mato-grossense mostra futuro distópico em que Governo controla pessoas por meio do algoritmo

Evandro Birello passou pela iniciativa pública e privada como profissional de comunicação nas duas últimas décadas. Ainda na universidade, junto a colegas do Curso de Comunicação Social, realizou obras que marcaram época como “As pequenas coisas que consolam o caboclo”, “Cerco” e “Passa na semana que vem”, este último um retrato com cores bastante pessoais sobre as agruras vividas por um estudante em vias de se formar no curso de Radialismo para conseguir o tão sonhado emprego na área.

“A geração de videomakers e cineastas da qual Evandro fazia parte, fora reflexo de uma UFMT engajada, criativa e extremamente pró-ativa no fazer audiovisual mato-grossense. A ação sempre esteve atrelada ao discurso de quanto mais se produzia mais a gente aprendia, sem medo de fazer de novo. Evandro, extremamente técnico, conhecedor do universo audiovisual teve sempre uma bondade em ensinar tanto aos colegas, quanto aos calouros e jovens entusiastas. Nem todo mundo faz isso. Ao invés de guardar para si, sempre compartilhou seus conhecimentos. E com isso incentivou muitos a começarem ou a se formarem no audiovisual aqui no estado”, destaca Carol Araújo, realizadora e vice-presidente da Associação Mato-grossense de Cinema e Audiovisual (MTCINE).

Birello também produziu videoclipes como “Nem por você”, da Banda Navarone. Em experiência como técnico audiovisual na Universidade de Cuiabá (UNIC), colaborou com produtos audiovisuais de estudantes do curso, como “O amor e a bagunça da casa”. Na iniciativa pública, trabalhou na Secretaria de Comunicação do Estado, na edição e pós-produção de diversos documentários institucionais sobre histórias e personagens de Mato Grosso. Mais recentemente, atuava como técnico audiovisual na TV Universidade (TVU UFMT), produzindo logos, vinhetas e identidade visual de programas da emissora.

Seus curtas serão exibidos a partir das 19h30 desta terça-feira (18). Todos os curtas têm classificação indicativa de 14 anos (exceto “O amor e a bagunça da casa”, com classificação indicativa livre). A curadoria é de Diego Baraldi, Carol Araújo e Aline Wendpap. Além dos curtas destacados, os curadores reunirão, em parceria com amigos e colegas de trabalho de Pee Wee (ou Piuí, apelido de Birello), na página dedicada a essa Temporada de Filmes, outros conteúdos audiovisuais produzidos pelo comunicador. A ação envolve parceria entre o Cine Teatro Cuiabá, o Cineclube Coxiponés da UFMT, REC-MT (Rede Cineclubista de Mato Grosso) e CineCOS, canal do YouTube onde estão armazenados conteúdos audiovisuais e sonoros produzidos por estudantes do Curso de Comunicação Social da UFMT até 2015.

Sinopses dos curtas
 

As pequenas coisas que consolam o caboclo (Evandro Birello, 2002, 10')

Jovem sem dinheiro pensa que a noite de sábado será mais uma noite solitária com a pipoca, o refrigerante batizado e os filmes da TV. Mas uma visita inesperada pode fazer as coisas não serem tão previsíveis assim. Vídeo produzido pelos alunos de Comunicação Social da UFMT que formavam o Núcleo IrReal de Cinema & Vídeo, sob orientação do Professor Pedro Pinto de Oliveira.     
 
Passa na semana que vem (Evandro Birello, 2003, 38')

Estudante em vias de se formar no curso de Radialismo se esforça para encontrar o tão sonhado primeiro emprego na área. Projeto experimental produzido como Trabalho de Conclusão de Curso de Radialismo na UFMT, sob orientação dos Professores Pedro Pinto de Oliveira e Moacir Francisco de Sant’Anna Barros. Premiado na MAUAL e no Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá em 2004.   
 
Nem por você - Banda Navarone (Anderson Gooze, Evandro Birello, Navarone, 2003, 4')

Videoclipe da banda de pop rock Navarone. Ganhador do prêmio "Melhor Videoclipe Mato-grossense" do Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá de 2006. Dedicado à memória de Anderson Gooze, co-diretor do clipe. 
 
Cantina Doce Vida (Evandro Birello, 2008, 2')

O lanche matinal na Cantina Doce Vida pode reservar momentos inesperados a um estudante de comunicação. Protagonizado por Evandro Birello e produzido como exercício da disciplina “Produção Audiovisual” do Curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Cuiabá (UNIC).
 
Programa Tilt - Bandas MT  (Evandro Birello, 2008, 11')

Programa piloto sobre cultura pop que chegou a ser veiculado no Canal 17 (TV Cultura-Cuiabá) no final de 2008. Ele foi fruto da parceria e gostos em comum de quatro jovens recém-saídos de uma pós-graduação de cinema que queriam se divertir um pouco. Apresentado por Vini Mania, o programa-piloto abordou a cena do rock em Mato Grosso, conversando com três músicos que representavam a nova geração dessa turma em perspectivas distintas: uma banda consagrada no circuito indie brasileiro (Vanguart); outra que acabara de lançar um álbum no mercado (Kayamaré) e outra que publicou um vídeoclipe no Youtube e começou a chamar a atenção de seu trabalho através dessa iniciativa (RHOX).
 
O amor e a bagunça da casa (Evandro Birello, 2007, 14')


Carol é uma menina como todas as outras de sua idade. Ela brinca com as irmãs em casa e na piscina e durante a semana à tarde vai pra escola como qualquer criança. O detalhe é que ela é portadora de Síndrome de Down, o que não a impede de interagir normalmente com as outras crianças. Documentário produzido por alunas do curso de Psicologia da UNIC junto ao laboratório de Produção Audiovisual da Universidade de Cuiabá (UNIC).
 
Serviço
 
Temporada de Filmes Online, in memoriam a Evandro Birello (20/01/1978 - 13/08/2020), com compartilhamento de curtas produzidos pelo realizador na década de 2000.
Quando: A partir das 19h30 de terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Onde: facebook.com/cineteatrocuiaba (Link Publicações).
Classificação indicativa: a ser consultada.
Mais informações pelo email: pautacineteatrocuiaba@gmail.com
Curtas ficarão disponíveis no link: https://wp.me/pbQLhj-tu

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • artur angelo marques
    19 Ago 2020 às 09:10

    atuou tambem em hospício maldito(2007)disponivel na página do facebook do curso de comunicação social da ufmt.

  • Ana Paula Ramos Carnahiba
    18 Ago 2020 às 20:30

    Arrumem o nome dele na manchete, está errado. ????

  • Ana
    18 Ago 2020 às 13:40

    que matéria mal escrita. O titulo fala Eduardo Binello, na primeira linha vira Eduardo Birello e mais embaixo é Evandro Birello... lixo de jornalismo.

Redes Sociais

Sitevip Internet