Olhar Conceito

Terça-feira, 22 de setembro de 2020

Notícias / Artes visuais

Jornalista inaugura ateliê de cerâmica e aquarela e consegue amenizar ansiedade

Da Redação - Isabela Mercuri

26 Ago 2020 - 10:45

Foto: George Dias

Pintando peças de cerâmica

Pintando peças de cerâmica

Em 2018 a jornalista Isa Sousa recebeu um diagnóstico de transtorno de ansiedade generalizada. Além da terapia, foi também em busca de outras alternativas para tentar se desligar um pouco dos problemas do trabalho, e foi aí que conheceu a ‘magia’ da cerâmica. Após este começo, no ano seguinte ela decidiu criar seu ateliê, o ‘Generosa Criativa’, que hoje caminha para ser sua principal ocupação.

Leia também:
Flor Ribeirinha apresenta em live espetáculo que conquistou título mundial na Turquia
 
Isa iniciou as atividades com cerâmica sozinha, mesmo sem nenhuma experiência. A aquarela veio logo em seguida. Em 2019, percebeu que aquilo poderia ser mais que um hobby.    “Fiz um curso de empreendedorismo no Sebrae, o Bootcamp. Em uma semana de curso, saí com o nome da marca e a proposta de fazer um ateliê de artes. Tínhamos que fazer pesquisa em campo para testar a viabilidade do negócio e foi aí que percebi que o que eu fazia como hobby poderia virar trabalho. Ainda não é minha fonte principal de renda, mas estou trabalhando e fazendo cursos no sentido de poder vir a ser, sim, meu trabalho principal”.
 
Desde que criou seu ateliê, Isa já fez mais de vinte cursos de aquarela com diferentes professores e artistas do Brasil. As aulas de cerâmica foram dadas por Ronei Ferraz, que tem mais de vinte anos de experiência no ramo. Atualmente, Isa também faz pós-graduação em arteterapia. 


 
O ateliê ‘Generosa Criativa’ tem o nome em homenagem ao pai da artista, Generoso. “O que me faz continuar é enxergar que a gente pode viver uma vida com mais propósito. A aquarela e a cerâmica me permitem criar, estar em contato com novas pessoas e ser desafiada por elas, quando me pedem encomendas, por exemplo. Me faz querer melhorar, ir atrás de ferramentas, cursos e habilidades que eu nem sabia que tinha”.
 
Dentre os itens que a artista produz a partir da argila estão plaquinhas, pratos, incensários, porta-joias, (canecas) baleias, passarinhos, folhas, até poemas, como do imortal autor mato-grossense Manoel de Barros.
 
Já com a aquarela ela já pintou desde imagens clássicas de Cuiabá até o retrato de Charles Bukowski, um de seus autores preferidos, e também um coração pulsante. Para conhecer mais sobre o trabalho de Isa, basta acessar o INSTAGRAM e o SITE do ateliê.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet