Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Cinema

Elton Martins, produtor do MT Queer, comenta dificuldades de produzir cinema LGBTQIA+

Da Redação - José Lucas Salvani

13 Set 2020 - 16:31

Foto: Reprodução

Elton Martins, produtor do MT Queer, comenta dificuldades de produzir cinema LGBTQIA+
Elton Martins, produtor do coletivo MT Queer, comentou em entrevista ao Olhar Conceito sobre as dificuldades de produzir cinema LGBTQIA+ em Mato Grosso: “nunca entra dinheiro”. Quase não há patrocínio para as produções, e quando existe é por meio de permuta. Assim, o grupo independente precisa se virar para “fazer acontecer” e não ficar esperando “cair algum dinheiro milagroso de algum edital”, como ele pontua. 

Leia também:
Mostra universitária divulga lista de filmes selecionados para edição de 2020; confira

“Recebemos patrocínio de ninguém. Agora nos últimos trabalhos que algumas empresas conseguiram dar alguma ajuda. Essas ajudas acontecem por meio de permuta. (...) Nunca entra dinheiro. Para pagar transporte e alimentação é feito pelos membros do coletivo. A gente divide”, explica.

Em meio a pandemia do novo coronavírus, o coletivo precisou interromper suas atividades totalmente. O MT Queer conseguiu divulgar alguns trabalhos que já estavam prontos, mas só retornou as produções em julho a pedido do público, que clamava por conteúdos que os representassem. Para isso, o grupo reuniu atores que já testaram negativo para o COVID-19 e viajaram para o interior do estado para fazer  as gravações.

Apesar das dificuldades, o grupo segue firme com suas produções. O último trabalho do MT Queer foi o curta-metragem “Teodora”, gravado devido ao Mês da Visibilidade Lésbica, comemorado em agosto. A produção acompanha o dia a dia de uma mulher lésbica e ainda abre espaço para discutir assédio sexual.
 

No YouTube, o canal do MT Queer já soma 1,3 milhões de visualizações. Além de “Teodora”, há a minissérie “Amor de Verão”, com quase meio milhão de visualizações; “A Ilha”, dividido em duas partes (parte 1 e parte 2); o terror “Selena - A Travesti Assassina” e outras mais. Confira aqui.

“Nós já completamos mais de dois anos em Mato Grosso. Nesses dois anos, estamos muito felizes. Começamos como uma ‘brincadeira’, já na segunda produção nos levamos mais a sério e então começamos a entender que essa ‘brincadeira’ é um grito por voz, socorro e respeito. Criamos esse espaço para ser de comunicação. É um espaço para quem tem lugar de fala se colocar”, explica Elton.

Entre todos os trabalhos do grupo, dois curta-metragens estão concorrendo em mostras mato-grossenses que acontecem em setembro. “Amor TRANSforma” concorre na categoria Documentário na 19ª Mostra de Audiovisual Universitário e Independente da América Latina (Maual) e na V Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso. Enquanto “Plus size - can be diva!” concorre na categoria Ficção na Maual.

“Amor TRANSforma”, dirigido por Elton Martins e Dizão Leão, é um curta-metragem documentário que conta a história de Naelly Podolski, que também faz parte do coletivo como atriz. O curta, disponível no canal do MT Queer, mostra o dia a dia de Naelly enquanto mulher transsexual no mercado de trabalho que concilia sua agenda com as gravações do MT Queer.
 

Já “Plus size - can be diva!”, também assinado por Elton Martins, acompanha Guilherme, um jovem que luta para aceitar e ganhar aceitação de sua mãe. De acordo com a sinopse pessoal, o curta é “uma trama recheada de dramas pessoais e familiares que irá fazer você repensar ou até mesmo se enxergar na temática proposta”.
 

Tomando todas as medidas de segurança possíveis, o MT Queer planeja manter um cronograma de lançar ao menos uma produção por mês. Os trabalhos a serem divulgados em setembro e outubro já estão gravados. Novidades devem ser divulgadas em breve.

40 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bia
    16 Set 2020 às 21:24

    MARAVILHOSO... o coletivo e suas matérias totalmente relevante. Relata o cotidiano de muitos e com isso merece todo apoio e R-E-S-P-E-I-T-O! Coragem pra você que expõe tuas realidades na esperança de boas almas sentir empatia e ajudar. Sucesso e positividade sempre.

  • Aline Santos
    16 Set 2020 às 02:12

    Siga em frente Elton, o trabalho de vocês é brilhante.

  • Sidnei
    15 Set 2020 às 19:33

    As séries são o máximo, quando assisti pela primeira vez um conteúdo do MTQUEER não imaginava quanto trabalha era necessário para gerar aquele conteúdo, até que tive a oportunidade de participar de uma Web-serie, ali vi empenho, trabalho, e muitas causas debatidas. MTQUEER é top demais, é muito importante para o estado de Mato Grosso. Merece respeito! ?

  • Eleone Fernandes Sousa
    15 Set 2020 às 19:17

    Parabéns pelo trabalho, não desista !! Os comentários ridículos e ofensivos abaixo, servem de combustível para o sucesso. Se tá incomodando é porquê está no caminho certo afinal se fosse uma matéria sobre futebol os mesmos "intelectuais que estão ofendendo o coletivo, estariam fazendo apostas e aplaudindo. Porfim, atura ou surta.

  • Ton
    15 Set 2020 às 18:39

    Parabéns Elton, vocês e de mais, continue se eu trabalho meu guri.

  • Francisco
    15 Set 2020 às 18:36

    Grande trabalho do MT Queer! Apesar de todas as dificuldades, o coletivo faz acontecer e lançam luz sobre temas pra lá de necessários. É o coletivo audiovisual mais ativo de MT e estão de parabéns!

  • Luan lara
    15 Set 2020 às 18:20

    Que linda matéria ???????????? É um trabalho maravilhoso que esse coletivo faz , acompanho eles desse o início e Ja assisti todos os conteúdos deles , se vocês não conhecem o trabalho ainda de uma olhada no canal deles no YouTube @mtqueer que você não irá se arrepender ??????????

  • Aliceh Brasil
    15 Set 2020 às 18:20

    Parabéns a toda a família MTQueer obrigada a todos pelos comentarios positivos Que enxergam a realidade . Não somos melhor que ninguém, não procuramos ser melhor que o trabalho de ninguém mais sabemos do nosso Pontencial é do nosso talento hoje tenho 9 anos como artista já fiz e faço um pouco de tudo mais agora eu procuro fazer as coisas Do meu jeito que acho melhor, oferecendo oque sempre entreguei em cena para meu público que por sinal é o melhor!! Meu amor pelo que faço é sem médidas vivo em um momento lindo nos dias atuais. Quero sempre manter essa arte vida dentro da minha vida e dentro do meu coração! É somente artistas reconhecem trabalho de artistas! Parabéns a todos MTQueer envolvido em todos projetos ?

  • Lucas
    15 Set 2020 às 18:18

    MT QUEER vem realizando trabalhos incríveis, isso não é mimimi não , é um projeto incrível que deve ser bem visto sim!!! ?? Quem crítica é por que não sabe da evolução dos trabalhos...

  • Mariluci pinho da silva
    15 Set 2020 às 16:32

    Quero parabenizar à todos pelo lindo trabalho , exemplo de iniciativa, q Deus possa continuar abençoando, Helton meu amor parabéns. Há respeito à opinião de todos , mas é uma luta pelos direitos de ir e vir de todos os cidadãos seja negro gay, lésbica não importa todos tem o direito de expressão.?????????????? sucesso galera

Redes Sociais

Sitevip Internet