Olhar Conceito

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Política Cultural

Vuolo diz que Serviços Urbanos retirou obras da praça e vai apresentar novidades nesta semana

da Redação - Isabela Mercuri / do local - Max Aguiar

07 Out 2020 - 11:20

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto / Reprodução (detalhe)

Vuolo diz que Serviços Urbanos retirou obras da praça e vai apresentar novidades nesta semana
O secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer Francisco Vuolo afirmou, em entrevista ao Olhar Direto, que a responsabilidade pelas obras de Adir Sodré e de Wlademir Dias-Pino, retiradas da Praça Oito de Abril na última reforma, é da Secretaria de Serviços Urbanos. Segundo ele, ainda nesta semana será anunciado o que foi planejado para resolver a questão das ‘obras perdidas’.

Leia também:
Prefeitura perdeu obra de Dias-Pino e anuncia que fará réplica para colocar na Praça do Choppão

“Foi uma ação realizada pela Secretaria de Serviços Urbanos. Nós acompanhamos isso depois do acontecido. Existem algumas ações que já foram planejadas pelo atual secretário Anderson, e ainda essa semana ele estará anunciando efetivamente o que é que foi desenhado para a praça Oito de Abril, que com certeza vai ser uma homenagem importante ao nosso querido artista Adir Sodré, bem como alusiva ao nosso Dias-Pino que também deixou uma obra que é fantástica”, afirmou, em evento supra partidário de lançamento da campanha do senador interino Carlos Fávaro (PSD) à reeleição.

Vuolo não especificou, no entanto, se será feita uma réplica da ‘Árvore de Todos os Povos’, como havia falado o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), e nem onde ela seria colocada. Ao Olhar Conceito, Larissa Spinelli, diretora geral da Casa de Cultura Silva Freire, afirmou que a recolocação no mesmo local é essencial, pois a localização faz parte da obra de Dias-Pino.

O secretário de cultura voltou a afirmar que a Penalux, empresa responsável pela construção da obra projetada por Dias-Pino na primeira vez, ainda tem o projeto guardado. “Importante ressaltar que a obra não foi feita, desenhada, tratada pelo artista Wlademir. Ele concebeu o projeto com suas diversas formas, isso foi produzido por uma empresa de Cuiabá. Esse projeto está lá guardado e o secretário Anderson está com boas novidades em relação a isso, ainda essa semana vai anunciar”, disse.

O monumento foi retirado em dezembro de 2019, e no lugar foi instalado um chafariz com um tuiuiú. Já onde ficava o mural pintado por Adir Sodré, a obra pintou de verde por cima. Os dois artistas já faleceram. Sodré, inclusive, estava em negociação com a Prefeitura para repintar a parede, mas falece após um infarto em agosto deste ano.

Parede com mural de Adir, em 2017 (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

“A secretaria de serviços urbanos está à frente, porque foi ela quem fez o procedimento da retirada desses elementos culturais, nós vamos estar acompanhando, como estivermos desde o início, mas é uma prerrogativa que cabe a ela agora que iniciou o processo, concluí-lo”, completou Vuolo.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet