Olhar Conceito

Notícias / Literatura

Para negros, indígenas e trans

Com premiação de R$ 12 mil, Prêmio Rodivaldo Ribeiro de Literatura abre inscrições no próximo sábado

Da Redação - José Lucas Salvani

12 Jan 2021 - 11:31

Foto: Reprodução

Com premiação de R$ 12 mil, Prêmio Rodivaldo Ribeiro de Literatura abre inscrições no próximo sábado
O I Prêmio Rodivaldo Ribeiro de Literatura inicia suas inscrições no próximo sábado (16). Criado pela revista Ruído Manifesto, a premiação visa celebrar autores negros, indígenas e transgêneros moradores de Mato Grosso. O concurso resultará na publicação de uma antologia composta por 20 autores.

Leia mais:
Projeto de moda indígena capacita mulheres com oficinas de tingimento e modelagem

A curadoria é formada por Luciene Carvalho, Luana Soares e Sol Ferreira. O trio irá selecionar dez contos e dez poemas inéditos que irão compor a antologia “I Prêmio Rodivaldo Ribeiro de Literatura”, a ser publicada em edição física e em e-book.  Os primeiros colocados nas categorias conto e poesia, serão premiados com R$ 2 mil cada, e do 2º ao 5º lugar em ambas as categorias com R$ 1 mil cada.

“2020 foi um ano de perdas irreparáveis. Entre elas, a do amigo e editor da Ruído Manifesto, Rodivaldo Ribeiro, que nos deixou tão jovem, talvez em seu ápice profissional e artístico. E falamos do Rodi justamente para afirmar que 2020, apesar dos reveses, não foi um ano perdido, pois esse cara crítico, polêmico, sagaz e generoso partiu, mas nos legou sonhos e perseverança. Um deles foi a realização de um prêmio literário. Um grande desejo dele. O próximo passo da Ruído Manifesto”, afirmou a equipe nas redes no final de dezembro.

O Prêmio Rodivaldo Ribeiro de Literatura é um dos selecionados em um dos editais da Lei Aldir Blanc, lançados pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), do Governo de Mato Grosso. Os interessados em participar da premiação precisam se inscrever aqui. O candidato precisa morar em Mato Grosso, se autodeclarar negro, indigena ou transgênero e ser maior de 18 anos.

Rodivaldo faleceu no final de julho de 2020, vítima de um infarto fulminante. Jornalista, publicitário e escritor, ele deixou seu legado em obras como “Essa Armadilha”, “O Corpo” (Chiado Books, 2018) e “Na Estrada” (Entrelinhas, 2017). O jornalista também foi o criador e idealizador do site Ruído Manifesto, de conteúdo literário e audiovisual.

Nascido em Cuiabá, Rodivaldo se destacou como vocalista de bandas de rock desde os anos 90. Ao longo da carreira profissional no jornalismo, trabalhou em todos os periódicos impressos de Cuiabá, passando ainda por diversos sites, inclusive pelo Olhar Direto.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet