Olhar Conceito

Notícias / Gastronomia

Paraibana aprende a fazer bolo de rolo para matar saudades do nordeste e transforma paixão em negócio na capital de MT

Da Redação - José Lucas Salvani

31 Jan 2021 - 07:30

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Paraibana aprende a fazer bolo de rolo para matar saudades do nordeste e transforma paixão em negócio na capital de MT
A paraibana Jaqueline da Silva Aragão se mudou para Cuiabá há cerca de dois anos por conta do trabalho do marido Tiago, que é pernambucano. Com saudades do nordeste e sem encontrar alguém que fizesse na capital mato-grossense, ela resolveu aprender o bolo em meio a pandemia do novo coronavírus e, ao receber aprovação de colegas de trabalho, resolveu transformar em um negócio. Foi assim que Doce Nordeste surgiu há cerca de quatro meses.

Leia mais:
Cuiabana cria brechó online com numerações maiores: “não me via representada”

“Tem basicamente quatro meses que estamos fazendo bolo de rolo, mediante a tanta saudade de casa e tudo mais. Por conta do covid-19, a gente não está viajando, então foi um dos motivos que me fez interessar. Eu já tinha muita curiosidade de fazer. Acho fascinante de tão lindo a técnica e tudo mais. Sempre achei muito bonito”, relata ao Olhar Conceito.



Entre as motivações para começar a fazer bolos de rolo, duas foram essenciais. A primeira delas foi o simples fato de não encontrar em Cuiabá a sobremesa. Já o segundo motivo foi a pandemia do novo coronavírus: com as visitas dos parentes cada vez mais escassas, ela passou a sentir ainda mais saudades do nordeste. A somatória destes fatores fez com que ela pegasse a receita da avó de seu marido e começasse a fazer.

A idealização do negócio não demorou muito para acontecer. Bastou levar o bolo de rolo ao local onde trabalha para que seus colegas a incentivassem a investir em um negócio. “Jaque, você tem que empreender com esse bolo”, falavam. Assim, como ela mesmo diz, “passou a sonhar algo”, e o negócio começou a render dinheiro extra para ela e o marido, que a ajuda.



Atualmente, ela trabalha com dois tamanhos (um quilo e meio quilo) e cinco sabores diferentes: goiabada, doce de leite, chocolate, ameixa e churros. Todo o processo de confecção é minucioso, levando cerca de três horas. Ela precisou buscar no nordeste formas especiais que conseguem entregar o resultado correto do bolo de rolo.

Paraibana e pernambucano, o casal se conheceu no Rio de Janeiro. Ela morou na cidade maravilhosa por sete anos, enquanto ele morou por 10. Jaqueline saiu de Campina Grande e foi para a cidade maravilhosa em busca de se especializar em seu emprego. Ela era técnica de segurança do trabalho - atualmente estagia contabilidade - e também se mudou em busca de uma maior estabilidade financeira.



A mudança dois dois para Cuiabá aconteceu há cerca de dois anos porque Tiago, que é militar da Marinha do Brasil, foi transferido para a capital mato-grossense. Neste período, os dois tem gostado muito de morar no município. Para Jaqueline, a ligação se torna um pouco mais afetiva por lembrar sua cidade natal, Campina Grande.

“A saudade que nós tínhamos, a gente leva o afeto em forma de bolo para as outras pessoas. Sempre que eu faço a venda de um bolo, o cliente quando vem conversar comigo, ele fala ‘Nossa, esse bolo me dá muitas saudades do nordeste, da minha família’, [ou então] ‘fiz uma viagem para lá e foi maravilhosa. Esse bolo me faz lembrar muito dessa viagem. A gente já atendeu pessoas de diversos estados: Piauí, Maranhão, Bahia e Pernambuco. Está sendo uma experiência inegalável”.

Doce do Norte pode ser encontrado no Instagram aqui. Para fazer pedidos, basta entrar em contato com (65) 99990-4445.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet