Olhar Conceito

Notícias / Artes visuais

GALERIA VIRTUAL

Projeto aprovado na Lei Aldir Blanc digitaliza obras de Dalva de Barros; veja fotos

Da Redação - José Lucas Salvani

02 Mar 2021 - 16:00

Foto: Reprodução

Projeto aprovado na Lei Aldir Blanc digitaliza obras de Dalva de Barros; veja fotos
O projeto “Sempre Dalva”, aprovado em edital promovido pela Lei Aldir Blanc, digitaliza as obras da artista plástica Dalva de Barros. Diversos colecionadores liberaram acesso as suas obras para o projeto e a produção está à procura de novos quadros para poder digitalizar e catalogar.

Leia também:
Comper realiza Feirinha Inclusiva de Arte para promover artesanato regional

Entre os colecionadores que contribuíram com o projeto está Diana Rotte Esgaib, que divide residência entre São Paulo e Cuiabá, onde foi proprietária de uma loja de decoração. Com 17 obras no acervo, foi a partir deste empreendimento que ela conseguiu manter contato com Dalva e outros artistas plásticos.

“Sou uma fã incondicional de Dalva e admiradora de todos os artistas mato-grossenses. Acompanhei essa rapaziada toda desde o começo de 1980, frequentava os ateliês, fiz amizade com todos dessa época, e a Dalva era muito especial para mim. Sou admiradora da Dalva e acho esse resgate das obras dela, esse projeto da Dalva, um trabalho maravilhoso. Fico feliz”, disse Diana Esgaib.

Já o empresário Ronald Rodrigues, que possui 12 obras, é admirador de Dalva de Barros há 34 anos, quando se estabeleceu na capital mato-grossense com a Casa das Molduras, na rua 24 de outubro. “A paixão pelas obras da Dalva começou ao receber suas pinturas para serem emolduradas. Isso me despertou sobre seu trabalho e a conheci no Ateliê Livre da UFMT. A partir de então fui adquirindo as obras dela”, conta.

Poeta cuiabano, Nicolas Behr, que hoje mora em Brasília, é um amigo próximo de Dalva. Ele conheceu a artista plástica ainda na infância, quando ambos moravam em Diamantino. A amizade é tamanha que Dalva já ilustrou a capa de um livro de Nicola, “Dicionário Sentimental de Diamantino”.

“Não gosto quando falam que a obra dela é primitiva nem naif. Na verdade, ela é sofisticadíssima na sua simplicidade (veja bem, o simples é muito difícil). Tudo bem que temos aí fotografias, filmagens, mas um retrato real de Cuiabá a Dalva faz como ninguém, na sua sensibilidade de mulher do povo, simples, religiosa e muito atenta a tudo que a cerca. Uma artista com o pé no chão, eu diria. Um chão cuiabano e por isso universal.”

Posteriormente a realização do realizado o trabalho de organização das obras selecionadas, o acervo digitalizado será mostrado e compartilhado em uma galeria virtual com acesso gratuito a qualquer pessoa interessada, mas servirá especialmente como um incentivo para estudantes, pesquisadores, colecionadores e admiradores dessa grande artista.

Os colecionadores que quiserem contribuir com o projeto, basta entra em contato pelo email dalvadebarrosart@gmail.com ou por mensagens pelo aplicativo WhatsApp (65) 99256-9256.

Legado de Dalva

Inúmeras vezes premiada, iniciou nas artes plásticas em 1960, quase que de forma autodidata, por meio de um curso a distância. Dois anos depois, aprimorou sua técnica na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em São Paulo, e se tornou uma artista muito ativa. Quatro anos depois, ganhou um prêmio na memorável Primeira Exposição de Pintura dos Artistas Mato-grossenses, em 1966, em Campo Grande (MS).

Foi a partir daí que sua arte passou a ser reconhecida e Dalva foi se consolidando como uma artista plástica respeitada, arrebanhando prêmios e prestígios à medida que participava de inúmeras exposições coletivas e individuais em Mato Grosso e em vários estados brasileiros, especialmente Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Por sua importância nas artes plásticas de Mato Grosso, Dalva de Barros recebeu em 27 de outubro de 2004, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, talvez a maior homenagem: essa data, em que também se comemora seu nascimento, ficou estabelecida, por meio de lei estadual, como o Dia do Artista Plástico Mato-Grossense.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet