Olhar Conceito

Sábado, 25 de setembro de 2021

Notícias / Política Cultural

'O inventador de mundos'

Estudantes da rede pública municipal participam de projeto que mistura literatura e artes visuais

Da Redação - José Lucas Salvani

14 Jul 2021 - 16:32

Foto: Reprodução

Estudantes da rede pública municipal participam de projeto que mistura literatura e artes visuais
“O inventador de mundos”, projeto que mistura literatura e artes visuais, atende cerca de 90 estudantes do 5° ano matutino e vespertino da Escola Municipal Helena Esteves, de Barra do Garças (a 411 km de Cuiabá). Contemplado no edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), com recursos da Lei Aldir Blanc, o projeto tem o objetivo de ampliar o desenvolvimento do pensamento artístico, a sensibilidade, a percepção e a imaginação.

Leia também:
Comunidade do Mata Cavalo realiza Festa de São Benedito; veja programação

Em razão da pandemia de covid-19 a equipe da Associação Ciranda decidiu desenvolver as atividades de forma remota. Os materiais foram entregues aos professores e coordenadores da escola, que farão a distribuição entre os estudantes. Cada aluno recebeu um kit com pincéis, lápis de cor, tinta, papel e o livro que serviu de inspiração para o projeto, “Beni o inventador de mundos” de João Luiz do Couto e ilustrações de Emol.

Foram gravadas videoaulas das oficinas de ilustração com os artistas Emol e Dupé. As aulas serão apresentadas aos alunos, que também terão um encontro virtual com o escritor João Luiz do Couto. A presidente da Associação Ciranda, Juliane Coelho, conta que a ideia inicial era fazer uma tarde de autógrafos, um encontro e conversa com o autor do livro e na sequência, as oficinas.

“Infelizmente não conseguimos estar ali pertinho dos estudantes, mas isso não seria impedimento para desenvolvermos uma atividade extracurricular de qualidade e cheia de aprendizado a essas crianças da rede pública municipal de Barra do Garças”, ressalta Juliane.

Para a coordenadora pedagógica do projeto, Lorena Muria, a proposta é oferecer atividades artísticas como complemento na grade curricular. “O projeto é de cunho cultural, artístico e educacional. Fizemos pensando na educação de forma integral, nos aspectos cognitivo, emocional e físico das crianças. É uma alegria contribuir, por meio dos editais públicos, que tem proporcionado esses espaços de diálogo entre os artistas, escritores e a comunidade”.

Com informações de Assessoria.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet