Olhar Conceito

Domingo, 26 de setembro de 2021

Notícias / Literatura

GRATUITA

Revista que exalta artistas de Mato Grosso será lançada nesta sexta-feira; conheça os premiados

Da Redação - José Lucas Salvani

12 Ago 2021 - 15:30

Foto: Reprodução

Revista que exalta artistas de Mato Grosso será lançada nesta sexta-feira;  conheça os premiados
A primeira edição da revista Dixtopia, que exalta artistas de Mato Grosso, será lançada nesta sexta-feira (13), durante uma live às 19h30 no YouTube e Facebook, simultaneamente. A revista contou com produções de 24 artistas do estados, dos quais 12 receberam um prêmio em dinheiro.

Leia também:
Jovem realiza rifa para ajudar em tratamento após ser diagnosticada com doença hereditária

“Foram mais de 500 obras recebidas no concurso, o que comprova a intensa produção artística em Mato Grosso. Para os jurados e realizadores, foi uma missão dolorosa deixar de fora tantos trabalhos de alto nível. O resultado é uma revista que provoca a reflexão e estimula o olhar sobre um futuro que se evidencia”, explica a diretora artística da revista, Marianna Marimon.

Após o lançamento, a edição estará disponível no site Cidadã(o) Cultura para download gratuito e leitura online. Já os exemplares impressos serão distribuídos gratuitamente em instituições como bibliotecas e universidades.

Conheça um pouco dos 12 artistas premiados, que tiveram seus trabalhos consagrados na primeira edição do concurso Dixtopia:

1. Ângela Coradini
Ângela é poeta, roteirista, cineasta e comunicadora. Uma “fazedora de mentiras”, como descreve. Tem doutorado em Cultura Contemporânea (UFMT) e é editora na revista eletrônica Ruído Manifesto. É também autora do livro de poesias "Já Não Podem Ser Amanhã" e do livro sobre o fim do mundo "Imagens-Espectro de Futuridades no Amplo Presente".

2. Arthur Akira
“Estudante de Letras e Ilustrador freelancer, Arthur é um apreciador da arquitetura cuiabana e membro do grupo Urban Sketchers Cuiabá. Geralmente publica seus rabiscos no Instagram: @arth.galery”

3. Fabio Poquiviqui
Dividindo-se entre a advocacia e a arte, encontrou na pintura, refúgio. Abraçou a arte por acaso, ao adquirir telas e tintas para brincar com o filho durante a pandemia. Acabou tomando para si a atividade ocasional como nova paixão. Se o acaso é parte do movimento de criação, dizem os artistas, então ele os reverencia e pede permissão para dedicar seus momentos à liberdade criativa.

4. Francimeire Ferreira
Bióloga e cientista por formação, nos traços da aquarela, retrata suas paixões e preocupações.  É movida pela esperança de que sua arte possa transformar cenários e pessoas. Dotada de consciência ambiental aguçada, traz na sua arte o desejo de mudança. 

5. Katiana Pereira
Jornalista, trabalhou nas principais redações de Mato Grosso e assessoria de comunicação na Assembleia Legislativa e Senado Federal. Já colaborou com a Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Internacional do Trabalho (OIT).  É filiada à Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e atualmente é editora do jornal online AlôChapada, na cidade de Chapada dos Guimarães. Fotografa os momentos singulares de sua vida.

6. Nyll M. N. Louie-Alicê 
É escritor "itinerário" desde a quinta série, preferindo poemas e contos. Publicou sua primeira obra, "Escatolírica Nokturna" em 2018 e outros textos pelas revistas Norte@mentos, Pixé, Ruído Manifesto e pelo jornal RelevO, de Curitiba.  Seus poemas versam sobre a noite, os medos, os sonhos/pesadelos e o impasse entre a palavra e a imagem, submergindo nas suas cinco personas para atingir o tema principal de sua escrita - a memória e seus deslumbramentos.

7. Odair de Morais
Formou-se em Letras e em Jornalismo pela UFMT. Trabalha como revisor de textos e é professor da rede pública de ensino. Tem dois livros publicados: “Contos comprimidos” e “Instante pictórico”. “Poesia não acaba nunca” está no prelo e deve ser lançado até o final do ano.

8. Paty Wolff
É rondoniense, mas “pau-fincada” em Cuiabá desde os dois anos de idade. É mestre em geografia, mas seu lado artista vence no grito. Suas criações transitam entre pinturas, ilustrações, cerâmica, literatura e comidinhas que chamem a atenção de seu bebê Léo.

9. Silvano Júnior
Autodidata do design, já faturou o primeiro lugar em um hackathon da NASA. Apaixonado pela tecnologia, teve seu repertório cultural ampliado quando compôs a equipe da Secretaria de Estado de Cultura. Conhecendo a cultura em diversas frentes, das comunidades tradicionais às de hackers, ampliou o repertório artístico.

10. Tayná Meirelles
Mora em Cuiabá há 20 anos, mas se entristece quando olha para o céu coberto de fumaça. É formada em Administração pela UFMT e Publicidade e Propaganda pela Unic. Decidiu ser escritora em 2016 e desde janeiro de 2020 teves contos publicados em revistas e antologias nacionais na área de ficção científica e fantasia. Gosta de inventar outras realidades, pois considera ser muito difícil viver na atual. Siga: @taynelles (ig e tt) e @tay.nelles (tiktok)

11. Thiago Costa
Historiador e entusiasta da escrita, Thiago venceu o primeiro Prêmio Pixé de Literatura (2019), na categoria prosa, com o conto "O tratado da esfera". Tem trabalhos publicados na revista Ruído Manifesto e Revista Pixé.

12. Tiago Strassburger
Além de escritor, é “marketólogo”, administrador, vocalista da banda Capitão Trovão, cinéfilo e gerente de cinema. Sua primeira obra literária, "Pessoas, abóboras e coisas...", foi premiada no edital de literatura Estevão de Mendonça, em 2019, na categoria revelação de Mato Grosso.

Serviço

Lançamento da Revista Dixtopia
Youtube
Sexta (13) às 19h30 (Horário de MT)
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet