Olhar Conceito

Domingo, 26 de setembro de 2021

Notícias / Gastronomia

Dorayaki

Morador de Cuiabá investe em panquecas japonesas recheadas para gerar renda extra

Da Redação - José Lucas Salvani

17 Ago 2021 - 11:00

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Morador de Cuiabá investe em panquecas japonesas recheadas para gerar renda extra
Tradicional no Japão, o dorayaki tem sua origem fundada em lendas com samurais e ganhou fama mundial graças ao anime “Doraemon” na década de 1970. Criada em uma confeitaria em Tóquio, a versão atual da sobremesa tem pouco mais de um século e serve de base para o morador de Cuiabá, Aluã Vieira de Sena, de 36 anos, que resolveu empreender há algumas semanas.

Leia também: 
Cervejarias de MT participam de ação nacional de lançamento simultâneo de cervejas

Aluã conheceu o dorayaki em 2015, quando trabalhava em uma multinacional em São Paulo. Com chefes japoneses, ele acabou conhecendo eventualmente a sobremesa japonesa, gostou bastante e procurou replicar em casa. À época, o pai estava com câncer e Aluã enxergou uma possibilidade de poder espairecer a cabeça.



A versão de Aluã fez um sucesso entre os funcionários da multinacional, mas foi algo pontual. Aluã não chegou a fazer mais a receita até a chegada da pandemia do novo coronavírus. Com um cenário instável para todo mundo, pensou que poderia retomar suas receitas e conseguir gerar uma renda extra, principalmente por não encontrar ninguém no estado que fizesse.

Decidido, Aluã se juntou ao amigo de sua namorada, Pedro Paulo Teixeira da Silva, de 26 anos, para dar os primeiros passos com o negócio. Os amigos dos dois acabaram se tornando o "público-teste", contribuindo para a definição dos quatro sabores disponíveis no momento: café, quatro leites, chocolate e oreo. Em breve, deve ser lançado um novo sabor.



“Começamos a fazer muita degustação com amigos nossos, colegas de trabalho e perguntei: ‘olha, o que vocês acham? se puderem dar um feedback’. Tivemos bastante feedbacks, tanto negativos quanto positivos. Nisso [nos ajustamos] e falamos: ‘vamos agora colocar pra frente se não a gente não vai iniciar’. Então resolvemos abrir”, conta Aluã em entrevista ao Olhar Conceito. A Dorayaki Cuiabá tem menos de duas semanas.

Aluã sempre gostou de cozinhar, principalmente bolos, mas nunca cogitou fazer gastronomia. “É muito caro e só tem em instituição privada”, explica. Então optou seguir por outras áreas ao longo dos anos até chegar a oportunidade de investir em um negócio gastronômico.
 

Por enquanto, a entrega é própria, mas em breve a Dorayaki Cuiabá deve estar disponível no iFood. Para pedir, basta acessar o Instagram ou entrar em contato pelo telefone (65) 99977-6994.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet